Pesquisa: profissionais com até 30 anos buscam promoção no emprego

Em contrapartida, os que os jovens menos desejam é ter uma baixa carga de trabalho, bolsa de estudo e trabalhar em casa

SÃO PAULO – Um levantamento realizado pela Page Personal revelou que a promoção é o que os profissionais com até 30 anos mais buscam em um emprego. A resposta foi apontada por 20,90% dos 1500 entrevistados.

Em segundo lugar aparecem as metas e os desafios estimulantes, com 19,2%. O salário está na terceira colocação, com 18,9%, seguido de qualidade de vida (9,8%), gestor competente (4,9%), bom ambiente de trabalho (4,2%), possibilidade de lidar com pessoas (4,2%) e estabilidade (4%).

“Embora o perfil dos profissionais mais jovens seja arrojado e superficialmente muito diferente das gerações anteriores, eles respondem aos mesmos anseios: as metas claras e a compensação financeira ou hierárquica são as grandes engrenagens dos planos motivacionais há muito tempo” , explica o diretor da Page Personnel no Brasil, Gil Van Delft.

PUBLICIDADE

Em contrapartida, os que os jovens menos desejam é ter uma baixa carga de trabalho (0,4%), bolsa de estudo (0,9%), home office (0,9%), horário flexível (1,1%), proximidade entre o escritório e a casa (2,9%), oferta de benefícios (2,2%), possibilidade de trabalhar em outra cidade (2,9%) e identificação com a cultura e valores (3,6%).

São Paulo x Rio de Janeiro
O estudo indicou ainda as preferências de paulistas e cariocas na hora de buscar um emprego. Das 16 opções de resposta oferecidas na pesquisa, em 11 delas são diferentes na prioridade. Por exemplo, para os jovens de São Paulo, as empresas que oferecem metas e desafios estimulantes atraem 18% deste público, enquanto entre os cariocas o indicador é de 16%.

Além disso, 6% dos paulistas buscam um ambiente de trabalho agradável e a possibilidade de liderar pessoas. Entre os profissionais do Rio de Janeiro, o indicador é de apenas 2%.