Pesquisa do IBGE aponta aumento do trabalho autônomo

Em dezembro trabalhadores por conta própria e sem carteira respondiam por 43% da população ocupada

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Além de constatar um aumento na taxa de desocupação da economia, no período entre dezembro de 2002 e dezembro de 2003, a Pesquisa Mensal do Emprego (PME), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), também constatou um aumento no trabalho por conta própria.

Divulgada nesta sexta-feira, dia 23, a pesquisa se refere ao mês de dezembro e é realizada nas seis maiores regiões metropolitanas do país (Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre).

Trabalho por conta própria aumentou

A PME revelou ainda que o contingente de trabalhadores por conta própria (donos do próprio negócio) apresentou aumento de 1,2% em dezembro, frente ao mês anterior. Na comparação anual tal índice apresentou alta ainda mais expressiva de 9,85%.

Aprenda a investir na bolsa

Juntos, os trabalhadores sem carteira e os que trabalham por conta própria representam 43,0% da população ocupada. Esta participação teria crescido 2,5 pontos percentuais na comparação anual. Em sentido contrário, os empregados com carteira assinada tiveram sua participação reduzida em 2,7 pontos percentuais, de forma que respondem por 43,5% da população ocupada.

Cresce participação do comércio

Como era de se esperar, em termos setoriais, a pesquisa constatou um aumento de 3,3% no número de pessoas ocupadas no setor comércio devido, sobretudo, à contratação de mão de obra para Final de Ano. Com isto o setor fechou o ano respondendo por 20,7% de toda a população ocupada.

Esta tendência também pode ser verificada na comparação anual, quando o número de pessoas ocupadas no comércio teria aumentado 7,3%.