Padrão

Pesquisa descobre a idade em que as pessoas passam a odiar seus empregos

Robert Half entrevistou mais de duas mil pessoas no Reino Unido e descobriu que o momento da virada é aos 35 anos

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Jovens têm menor probabilidade de odiar seus empregos – e a idade “da virada” é perto dos 35 anos. É o que descobriu uma pesquisa realizada pela instituição britânica Robert Half, após entrevistar mais de duas mil pessoas no mercado de trabalho.

Segundo a publicação, o número de pessoas infelizes no trabalho a partir dos 35 anos é mais que o dobro do número de infelizes antes dessa idade. Entre os mais velhos, um a cada seis se dizia infeliz.

A partir dos 55 anos, a situação é mais agravante: quase um terço diz não receber valorização em suas funções – sendo que 16% destes últimos diziam não ter amigos no trabalho.

PUBLICIDADE

Entre os prováveis motivos para essa diferenciação estão fatores como o aumento das responsabilidades tanto nas funções profissionais quanto em casa. Embora os salários tendam a ser mais altos, os gastos se multiplicam, com despesas relativas aos filhos, por exemplo.

Em nota, o diretor sênior da Robert Half, Phil Sheridan, ressaltou a importância de conseguir tempo para investir na equipe e de não negligenciar a felicidade, pelo bem de todos. Outra pesquisa, pela Universidade de Warwick, sugere que funcionários felizes tendem a ser até 12% mais produtivos.