Dúvida

Perguntas que você deve fazer a si mesmo antes de trabalhar em casa

Ser capaz de manter os seus próprios horários e organização são características fundamentais, além de ignorar as tentações como dormir no meio da tarde

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Trabalhar em casa é o sonho de muitas pessoas, mas grande parte delas se esquece que para isso é necessário ser muito disciplinado. Ser capaz de manter os seus próprios horários e a sua organização são características fundamentais, além de ignorar as tentações como um cochilo no meio da tarde ou o seu filme favorito passando na TV.

Se você luta para manter a organização da sua mesa no escritório, por exemplo, ou se sempre se atrasa para as reuniões, talvez esse não seja o método ideal para você. Se você está pensando em trabalhar de casa, confira as 9 perguntas que deve fazer a si mesmo antes de decidir:

1. Sou organizado?
Você é o tipo de pessoa que se perde nas próprias tarefas? Tem dificuldades em seguir um cronograma mesmo estando dentro do escritório? Talvez trabalhar de casa não seja a melhor saída. Perder documentos importantes, esquecer reuniões e conferências ou mesmo acabar dormindo um pouco mais são problemas muito mais fáceis de acontecer se você trabalha em casa. Manter um padrão de trabalho pode ajudar muito nesse caso. Além disso, procure fazer uma lista de tarefas diárias. Dessa maneira, você estará em dia com o que precisa fazer e o que já foi concluído.

PUBLICIDADE

2. Quão flexível eu sou?
A flexibilidade é uma característica fundamental se você pretende se dedicar ao famoso home-office. Quando você está trabalhando da sua casa, especialmente se você é um autônomo ou cuida do seu próprio negócio, terá de entender que dificilmente terá um horário fixo como aconteceria no escritório. Você está pronto para trabalhar aos fins de semana? Será um problema virar madrugadas trabalhando em um novo projeto? Ser flexível é o mesmo que dizer sim para condições de trabalho pouco atraentes.

3. Sou capaz de dizer não ao trabalho?
Embora seja necessário dizer sim às condições de trabalho adversas, para trabalhar em casa também é necessário saber a hora de dizer não. Lembre-se de que você tem outros interesses dentro de casa, como o seu parceiro e os seus filhos. Portanto, saber a hora de parar também é fundamental.

4. Sou disciplinado e motivado?
Em geral as pessoas que trabalham em escritórios associam a sua casa com o local de descanso quando voltam do trabalho. Você está disposto a esquecer dessa imagem e, mais que isso, ignorar tudo que possa distrair você dentro da sua própria casa? Pode parecer mais confortável optar pelo home-office por diversos motivos, mas não se engane acreditando que você terá uma hora para assistir TV no meio da tarde ou que você poderá tomar um banho a hora que bem entender. Perceber que o trabalho não é o que você esperava pode ser bastante desmotivador, portanto, conscientize-se disso.

5. Posso ser multitarefas?
Não é preciso discutir o fato de que se você dedicar o seu tempo a uma coisa de cada vez elas têm chances de serem mais bem feitas. Entretanto, sabemos que no dia-a-dia isso não acontece sempre. Na verdade, são raras as vezes em que isso acontece. Portanto, você precisará ser capaz de manter o foco em coisas diferentes ao mesmo tempo, para que consiga dar conta de todo o trabalho e ainda dar atenção aos seus familiares, por exemplo.

6. Posso lidar com distrações?
Trabalhar em casa talvez signifique passar mais tempo com a sua família. Entretanto, na mesma medida em que isso pode ser bom para vocês, também pode prejudicar o seu trabalho. Você será capaz de focar a atenção no trabalho enquanto seus filhos correm ao redor da sua mesa gritando e pedindo ajuda com as tarefas do colégio? Ou enquanto a sua mãe assiste à novela na sala? Antes de decidir trabalhar em casa você deve identificar se é capaz de ignorar o que acontece ao seu redor e dedicar-se exclusivamente ao trabalho.

7. Eu sou um bom comunicador?
Ao trabalhar de casa você não tem contato diário com os seus colegas de trabalho – pelo menos pessoalmente. Provavelmente, todas as decisões serão tomadas via e-mail ou conferências e chamadas de vídeo. Mas será que você se comunica tão bem a ponto de utilizar essas ferramentas? Nada é mais eficiente para uma conversa – especialmente as mais delicadas – do que estar cara a cara com o seu interlocutor. Um e-mail pode ser facilmente interpretado da maneira errada, o que vai prejudicar o trabalho da equipe.

PUBLICIDADE

8. Sou amigável?
Embora você não esteja convivendo diariamente com os seus colegas de trabalho, é essencial que você seja amigável com eles. Pessoas que trabalham fora do escritório são facilmente esquecidas quando se trata de avisos importantes, como mudanças na política da empresa, por exemplo. Ninguém faz isso de maldade, mas por não estar diariamente no escritório o seu rosto acaba se tornando desconhecido. Se você mantém contato com os colegas de trabalho, certamente um deles se lembrará de você nesses momentos.

9. Sou independente?
Isso não significa sair da casa dos seus pais e pagar as suas próprias contas. Você é capaz de trabalhar sozinho, sem a necessidade de aprovação do seu chefe, por exemplo? Se você é do tipo que prefere ser supervisionado constantemente, que gosta de ter a aprovação dos superiores para dar andamento aos seus projetos, talvez trabalhar em casa não seja a melhor opção. Analise o seu método de trabalho antes de tomar essa decisão.

Veja mais matérias de Carreira no Universia.