Perfil do executivo do luxo: maioria é homem e tem menos de 50 anos

Pesquisa indica que 43% dos executivos do mercado de luxo são donos ou sócios de empresas e 27% são diretores gerais

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os executivos que trabalham no mercado de luxo no Brasil são predominantemente homens (61%), contra um percentual de 39% de mulheres, de acordo com levantamento realizado pela consultoria GfK Indicator e pela MCF Consultoria, que trabalha em prol do desenvolvimento e da profissionalização do negócio do luxo. O estudo enfatiza que, até bem pouco tempo, poucas eram as profissionais na liderança de negócios do ramo.

Outra constatação é que esse executivo é jovem. Cerca de 86% dos entrevistados têm entre 31 e 50 anos (13% possuem até 30 anos, 42% têm idade entre 31 e 40 anos e 31% têm entre 41 e 50 anos) e 13% possuem mais de 50. O dado coloca o Brasil em uma situação de destaque em termos de gerenciamento contemporâneo.

Mais resultados

A pesquisa ainda indicou que 43% dos executivos do mercado de luxo são donos ou sócios de empresas, 27% são diretores gerais, 15% são gerentes gerais e 7% são presidentes. As demais alternativas somaram 7%.

Com relação ao tempo de empresa ou ao período na função executiva, observe os resultados:

O estudo conclui que o dado comprova a juventude do mercado brasileiro de luxo. “A geração de oportunidade de negócios de luxo no Brasil ainda tem um longo caminho de desenvolvimento e fomento”, diz o texto.