Pela primeira vez, terá de demitir alguém?

Como empresário ou líder de equipe, ao enfrentar esta situação nada agradável é preciso levar em consideração alguns aspectos. Prepare-se!

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Ao abrir a sua empresa ou ao aceitar uma posição de liderança você só conseguia enxergar as vantagens desta nova função. Porém, aos poucos, pôde perceber que lidar com pessoas é algo que merece conhecimento, preparo e muito jogo de cintura, principalmente em algumas situações.

É claro que contratar funcionários é muito mais agradável do que demiti-los, mas é fundamental compreender que tal fato acontece, infelizmente, e que precisa ser encarado da melhor maneira possível.

Como proceder

Se você passa pela experiência pela primeira vez, prepare-se! Você poderá, caso saiba do fato com certa antecedência, passar alguns dias com insônia, dores de estômago, desânimo, enfim, um tremendo mal estar. Não se recrimine por isso. Trata-se de uma reação natural.

Aprenda a investir na bolsa

Muitas vezes o fato de demitir alguém é motivo de muita insatisfação e desmotivação profissional. Para evitar isso, procure compreender os motivos que ocasionaram esta decisão.

Desta forma, você tem ainda um caminho: a negociação. Veja se não há nada a ser feito para reverter este processo. O importante, neste caso, é ter em mente a certeza de que foi feito todo o possível, evitando qualquer crise futura de consciência.

Coloque-se do outro lado

Outra questão importante. Se a decisão está diretamente ligada ao desempenho do empregado, verifique se este seu subordinado foi devidamente orientado em seu trabalho, se teve chances de melhorar seu desempenho. Afinal, existem situações em que a culpa não é atribuída corretamente.

Porém, se mesmo negociando ou ponderando a decisão, você não conseguiu revertê-la, confira pessoalmente se todo o processo burocrático foi efetuado da maneira correta, evitando assim prejuízos maiores ao demitido.

Comunicação direta

Evite intermediários na comunicação, principalmente em situações como esta. Isto significa que deve lhe caber a tarefa de demitir um funcionário subordinado diretamente a você. A sua omissão, neste caso, seria condenável, principalmente nas pequenas empresas, onde o relacionamento costuma ser mais próximo e onde não existe claramente a figura de um Departamento Pessoal.

No momento da demissão, lembre-se de ser o mais cuidadoso possível. Tenha em mente o quanto esta decisão afetará a vida deste funcionário. Portanto, mostre-se aberto ao diálogo: isto significa falar…e ouvir também! Esclareça os reais motivos e não se sinta inseguro por deixar transparecer seu nervosismo.

PUBLICIDADE

Preservar o bom relacionamento entre empresa e ex-empregados é sempre recomendável, embora nem sempre seja possível. O segredo é: respeite o seu funcionário e compreenda o efeito deste processo.

Tenha em mente que, no mundo corporativo, principalmente, as pessoas podem se encontrar, no futuro, em situações bastante diferentes. Portanto, quem você demite hoje poderá contratá-lo um dia, como empregado ou cliente!