Carreira

Pela primeira vez, CIA terá mulher como subdiretora

<span style="font-size: 11pt">A advogada Avril Haines, de 43 anos, que desempenhou as funções de vice-assistente do presidente norte-americano Barack Obama</span>

arrow_forwardMais sobre

Brasília – Pela primeira vez, a Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (cuja sigla em inglês é CIA) terá uma mulher como subdiretora. A advogada Avril Haines, de 43 anos, que desempenhou as funções de vice-assistente do presidente norte-americano Barack Obama e assessora jurídica do Conselho de Segurança Nacional, foi nomeada para o cargo. 

Haines substitui Michael Morell, um veterano da agência que ocupou o cargo de diretor interino por duas vezes. A advogada é considerada uma das principais conselheiras de Obama e participou de várias operações secretas. Diferentemente de seu antecessor, Haines é recém-chegada à agência. 

A nomeação da advogada ocorre no momento da polêmica sobre a revelação do escândalo do rastreamento de dados eletrônicos pelo governo norte-americano. Obama reconheceu que o governo teve acesso às contas de usuários das principais redes sociais e empresas, como Google e Yahoo. 

PUBLICIDADE

O principal suspeito do vazamento é Edward Snowden, de 29 anos, que está fora dos Estados Unidos e pretende pedir asilo político na Islândia. Ex-técnico da CIA, ele trabalhava para a Dell e a Booz Allen Hamilton, empresas que prestavam serviço para a Agência de Segurança Nacional (cuja sigla em inglês é NSA). 

A nova subdiretora deve participar com a direção da CIA da revisão de diretrizes envolvendo o tema e outros assuntos. Há dois meses, Haines foi nomeada para ser consultora jurídica do Departamento de Estado, mas a administração optou por transferi-la para esse cargo.