Exigências

Paulistanos focam em qualidade de vida ao aceitar proposta em outra cidade

Segundo estudo, mais de 34% dos trabalhadores considerariam mudar de cidade por um emprego se tivesse mais qualidade de vida

SÃO PAULO – Grandes salários não estão mais no topo das preferências de profissionais paulistanos que pensam em mudar de cidade por uma proposta de emprego. Segundo a pesquisa APPM – Análise, Pesquisa e Planejamento de Mercado, para mais de 34% dos trabalhadores, a razão mais forte para considerar mudar de cidade por um emprego é ter mais qualidade de vida.

Ter maiores chances de crescer na carreira foi o segundo motivo mais respondido, com 18%, seguido pelo aumento considerável de salário, com 14%. Não gostar da cidade atual onde trabalha, ter mais destaque na empresa e dar uma guinada em sua vida profissional também foram questões levantadas pelos entrevistados.

Além disso, a pesquisa mostra que quase metade dos profissionais aceitariam se mudar por uma oportunidade, com 45%, sendo que entre eles, a maioria é homem e tem idade entre 25 e 34 anos. Porém, 67% deles só aceitariam a proposta se sua família fosse junto.

PUBLICIDADE

Sobre o estudo
A APPM foi feita na Grande São Paulo e entrevistou 1.000 pessoas de diversas regiões e faixa etária de 16 a 60 anos.