Pasep: mais de 180 mil trabalhadores ainda não sacaram os benefícios

Com o aumento do salário mínimo, esses trabalhadores poderão retirar o abono já reajustado em R$ 415

SÃO PAULO – Mais de 180 mil pessoas ainda não sacaram o abono do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), relativos ao exercício 2007/2008 – ano-base 2006.

Têm direito ao abono os trabalhadores cadastrados no Pasep há, no mínimo, cinco anos, e que tenham obtido renda mensal de até dois salários mínimos no ano de 2006.

É necessário também que o participante tenha trabalhado pelo menos trinta dias do ano considerado com carteira assinada, e que isso conste na Rais (Relação Anual de Informações Sociais) de 2006, entregue pelo empregador.

Aumento do salário mínimo

PUBLICIDADE

Com o aumento do salário mínimo, os 180 mil trabalhadores que ainda não sacaram o abono poderão realizar a retirada de R$ 415.

Desde o início da abertura do calendário de pagamentos, em agosto de 2007, cerca de 92% dos beneficiários já sacaram R$ 745 milhões no Banco do Brasil. Quem não efetuar a retirada até o dia 30 de junho deste ano perde o direito ao benefício, que é devolvido ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

PIS

Considerando os abonos referentes ao PIS (Programa de Integração Social), foram identificados mais de 11,914 milhões de abonos em todo o país, sendo que 11,274 milhões já foram pagos, o que representa 94,63% do total e um valor de R$ 4,185 bilhões.

No Estado de São Paulo, por sua vez, foram identificados 2,740 milhões de abonos salariais, no valor de R$ 1,040 bilhão. Deste total, 2,587 milhões já foram pagos, equivalentes a um montante de R$ 956 milhões.

Considerando quem ainda não recebeu e o novo mínimo, há R$ 63,5 milhões disponíveis.