13 vezes mais

Parlamentares brasileiros têm o 6º salário mais desproporcional do mundo

Políticos brasileiros ganham, em média, US$ 157,6 mil por ano - cerca de 13 vezes mais que a renda per capita da população brasileira

SÃO PAULO – O Brasil aparece em 6º lugar entre os países que têm os salários de parlamentares mais desproporcionais do mundo, em relação à população. Segundo o blog Graphic Details, da revista britânica The Economist, os congressistas do País ganham, em média, US$ 157,6 mil por ano – cerca de 13 vezes mais que a renda per capita da população brasileira.

O levantamento, que mostra quantas vezes os parlamentares recebem a mais que a população, tomou como base informações dos sites de governos oficiais de 29 países e um levantamento do governo britânico elaborado pela “Independent Parliamentary Standards Authority”.

No topo da lista, os parlamentares nigerianos ganham, em média, 116 vezes mais que a população do País. O Quênia aparece em seguida, com uma diferença salarial de 76 vezes de parlamentares e população local. Já entre os países com as menores diferenças, aparecem a Noruega (29º), Espanha (28º) e Sri Lanka (27º).

PUBLICIDADE

Um dos salários mais altos do mundo
A diferença entre os salários da população brasileira e parlamentares fica à frente de países como Estados Unidos (13º), Reino Unido (21º), Espanha (28º) e Noruega (29º). Além disso, a média salarial dos parlamentares brasileiros (US$ 157,6 mil por ano) é muito superior que maioria dos países citados, atrás somente da Austrália (US$ 201,2 mil), Nigéria (US$ 189,5 mil), Itália (US$ 182 mil) e Estados Unidos (US$ 174 mil).

PosiçãoPaísesSalários de parlamentares (em relação à população)
*The Economist
1Nigéria116 vezes
2Quênia76 vezes
3Gana29 vezes
4Indonésia18 vezes
5África do Sul14 vezes
6Brasil 13 vezes
7Tailândia 9 vezes 
8Índia 7 vezes 
9Itália 5 vezes 
10Bangladesh 5 vezes
11Israel 3 vezes 
12Hong Kong 3 vezes
13Estados Unidos 3 vezes 
14Japão 2,5 vezes 
15Cingapura 2,3 vezes