Para os brasileiros não se acharem pobres, renda deveria ser de R$ 2 mil

O valor equivale a renda per capita de R$ 523 em uma família com quatro pessoas, 3,5 vezes maior que o Bolsa Família

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para não se sentirem pobres, os brasileiros acreditam que precisariam ter uma renda familiar mensal de R$ 2.090. Esse valor é equivalente a uma renda per capita de R$ 523 em uma família com quatro pessoas.

O estudo Sips (Sistema de Indicadores de Percepção Social), realizado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e divulgado nesta quarta-feira (21), revela que a renda per capita estimada pelos brasileiros é bem próxima ao valor atual do salário mínimo, de R$ 545.

Segundo o levantamento, realizado com 3.796 pessoas, se observada a linha atual de pobreza, é possível perceber que a renda per capita de R$ 523 é 3,5 vezes maior que a utilizada na operacionalização do Programa Bolsa Família (R$ 140) e 7,5 vezes maior que a linha da extrema pobreza (R$ 70).

Aprenda a investir na bolsa

Percepção por faixa salarial
Entre as faixas de renda, aqueles que possuem uma renda superior a cinco salários mínimos acreditam que, para não se considerarem pobres, o rendimento mensal da família deveria ser de R$ 2.900, chegando a uma renda per capita de R$ 725.

Por outro lado, a camada com renda de um a quatro salários mínimos estima uma renda mensal de R$ 1.540, ou seja, uma renda per capita de R$ 385.

Causas da pobreza
O estudo mostra ainda que, para 29,4%, a pobreza é gerada pelo desemprego. Em seguida, aparecem como causas mais citadas a educação sem qualidade (18,4%) e a corrupção (16,8%). A má distribuição de renda, por sua vez, teve 12% das menções.