Para capacitar profissionais, MTur irá investir R$ 400 milhões até 2014

Segundo secretário executivo do Ministério do Turismo, serão oferecidos cursos gratuitos de inglês e espanhol

SÃO PAULO – Com a realização da Copa do Mundo de futebol no Brasil, em 2014, o Ministério do Turismo resolveu ampliar os seus programas de capacitação
para profissionais do setor.

De acordo com o secretário executivo do Ministério do Turismo, Mário Moysés, “até 2014, o Ministério do Turismo irá investir R$ 400 milhões em projetos de qualificação profissional. A meta é qualificar mais de 306 mil trabalhadores, empresários e gestores do setor de turismo”.

Programas

Um dos programas oferecidos pelo Ministério do Turismo será o “Olá Turista”, que irá oferecer cursos de inglês e espanhol, com aulas de conversação online. O curso é elaborado a partir de três módulos de estudo: básico, profissional e regional, com duração de 11 meses. Para obter mais informações, consulte o site www.olaturista.org.br.

PUBLICIDADE

“Esse projeto está em fase piloto pelos próximos três meses, com 500 participantes nas cidades dp Rio de Janeiro e de Salvador. Além dessas cidades, o Ministério irá estender o programa para os 65 destinos indutores – que abrangem todas as capitais do País e uma série de cidades turísticas como Ouro Preto e Tiradentes, em Minas Gerais”, explicou Moysés.

Além desse programa, haverá outros projetos de capacitação até a realização da Copa do Mundo para profissionais da área de hotelaria, gastronomia, artesãos, guias turísticos, profissionais que trabalham em áreas atrativas, como parque de diversões, e também para os que atuam com meios de transporte, como os taxistas.

“Temos a expectativa ainda de inserir oito mil profissionais no mercado de trabalho”, destacou Moysés.

Emprego no setor

Segundo dados da ABIH
(Associação Brasileira da Indústria de Hotéis), o faturamento da hotelaria nacional pode chegar a R$ 2 bilhões ao ano.

“Portanto, acreditamos que não faltarão empregos neste setor. As projeções para 2010 são positivas e ainda melhores para 2014, com os preparativos para a Copa do Mundo, que será sediada em 12 capitais brasileiras”, afirma a diretora regional da universidade suíça HIM (Hotel Institute Montreux), Daiane Lagger.