AO VIVO Taxa Selic segue em 2%: especialistas comentam decisão e o cenário para investimentos; assista

Taxa Selic segue em 2%: especialistas comentam decisão e o cenário para investimentos; assista

Para 78% dos brasileiros, o empreendedorismo é uma boa opção de carreira

Pesquisa revela que entre os 21,1 milhões de empreendedores, 10,7 milhões são homens e 10,4 milhões são mulheres

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Ter a própria empresa é considerada uma boa opção de carreira para 78% dos brasileiros. Entre as pessoas que acabaram de abrir o seu negócio, chamados de empreendedores em estágio inicial, o indicador é um pouco mais baixo, de 76,2%.

Os dados fazem parte da 11ª edição da pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor) divulgada, nesta terça-feira (26), pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

O levantamento visa medir a diferença do nível empreendedor entre 59 países que participam do trabalho e descobrir os fatores favoráveis e limitantes à atividade empreendedora no mundo.

Aprenda a investir na bolsa

Perfil do empreendedor
Em relação ao perfil do empreendedor brasileiro, os dados indicam que na análise entre os gêneros há um equilíbrio quanto ao empreendedorismo. No ano passado, entre os 21,1 milhões de empreendedores brasileiros, 10,7 milhões eram homens e 10,4 milhões eram mulheres, ou 50,7% e 49,3%, respectivamente.

Na comparação entre idades, o estudo revela que a faixa entre 25 e 34 anos apresenta as melhores taxas de empreendedorismo. Para se ter uma ideia, entre estes brasileiros, 22,2% estavam envolvidos em algum empreendimento em 2010.

De maneira geral, houve crescimento em todas as faixas etárias, com destaque também para os empreendedores de 18 a 24 anos. O Brasil é um dos únicos países do G20 em que a faixa de 18 a 24 anos era mais empreendedora que a de 35 a 44 anos, após a faixa etária mais empreendedora do País, que é dos 25 a 34 anos.

Setor de atuação
Ainda segundo o estudo, entre os setores de atuação, existe uma relação direta com a faixa etária. Entre 25 e 34 anos, o comércio varejista é a preferência, com o dobro de porcentagem das atividades na segunda posição que são a indústria de transformação, alojamento e alimentação e atividades imobiliárias (atividades voltadas à assessoria e consultoria às empresas).

Os empreendedores entre 35 a 44 anos de idade têm sua preferência dividida entre o comércio varejista e o alojamento e alimentação. A faixa etária de 45 a 54 anos concentra metade dos seus empreendedores em três atividades principais, que são o comércio varejista, alojamento e alimentação e a indústria de transformação.

Dos empreendedores com idades entre 55 e 64 anos, 36% se concentram em alojamento e alimentação, vindo após o comércio varejista e as atividades imobiliárias (atividades voltadas à assessoria e consultoria às empresas).

PUBLICIDADE

Sobre a escolaridade, os dados apontam ainda que entre os brasileiros empreendedores o nível de escolaridade é alto, sendo que 22,2% disseram que cursaram pós-graduação e 19,2%, graduação. Já 18% têm o Ensino Médio Completo e 15,9%, Ensino Médio Incompleto.