Merrill Lynch reduz preço-alvo para ADSs em mais de 22%

A recuperação nas vendas está mais lenta que o esperado e o lucro por <i>ADS</i> também foi revisado para baixo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Refletindo a recuperação nas vendas mais lenta do que o esperado, os analistas da Merrill Lynch revisaram para baixo suas projeções para o lucro por ADS (American Depositary Share) do Pão de Açúcar e reduziram o preço-alvo para estes papéis em mais de 22%.

O preço-alvo, antes estimado em US$ 51,50, agora está em US$ 40, o lucro por ADS esperado para 2006 passou de US$ 1,77 para US$ 1,41, enquanto para 2007, seguindo a mesma tendência, as projeções passaram de US$ 2,25 para US$ 1,75.

Dado o risco de execução nos esforços de reestruturação do Pão de Açúcar e a avaliação não muito otimista para o mercado de ações nos países emergentes, as expectativas para as ações da empresa, em relação aos seus pares, não são favoráveis.

Alguns aspectos positivos

Aprenda a investir na bolsa

Todavia, também é importante mencionar que os analistas percebem uma série de oportunidades de ganhos de eficiência, que podem permitir uma melhora na lucratividade do Pão de Açúcar.

Também é importante lembrar que para o consumo as perspectivas são robustas, refletindo os aumentos no salário real, um sólido crescimento no emprego e as projeções de mais cortes nas taxas de juros.

Esforços promocionais e deflação

Em todo caso, recentemente a tendência das vendas ficou abaixo do planejado e este movimento provavelmente deve continuar, dada a pressão deflacionária.

Além disso, os analistas do banco norte-americano também lembraram que os grandes esforços promocionais para eletrônicos e para a alinha branca também podem canibalizar o consumo futuro.