Pacote de Concessões

Pacote do governo criará milhares de empregos, diz ministro do Trabalho

Brizola Neto afirmou que o plano de concessões rodoviárias resultará em investimentos no trabalho e que País está no caminho certo

SÃO PAULO – O ministro do Trabalho e Emprego, Brizola Neto, afirmou, durante o programa “Bom dia Ministro” nesta semana, que plano de concessões rodoviárias, anunciado pela presidente Dilma Rousseff, também será voltado para investimentos no trabalho. “Milhares de empregos serão criados a partir do surgimento dessas frentes de trabalho em ferrovias e rodovias.”

Brizola acredita ainda que o Brasil está caminhando para um rumo diferente ao mundo e que no momento em que muitos países estão fazendo reajustes fiscais e salariais, o governo brasileiro lança um plano de mais de R$ 100 bilhões em investimento em obras de infraestrutura.

O Programa de Investimentos em Logística prevê a aplicação de R$ 133 bilhões em 9 trechos de rodovias e em 12 trechos de ferrovias. O objetivo do programa, segundo o governo, é aumentar a escala dos investimentos públicos e privados em infraestrutura de transportes e integrar as rodovias, ferrovias, portos e aeroportos.

PUBLICIDADE

Leis do Trabalho
Na entrevista à rádio, o ministro também falou sobre eventuais “modernizações” nas leis trabalhistas. Segundo ele, alguns pontos da CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) podem ser alterados desde que isso não represente um “retrocesso” aos direitos e garantias do profissional brasileiro.

“Pois são justamente esses direitos que são a nossa resposta diferenciada à crise econômica mundial”, lembrou, referindo-se ao fato de o País ter apostado no consumo doméstico para superar os efeitos da crise iniciada em 2008.”

SINE
O ministro respondeu ainda algumas perguntas sobre o SINE (Sistema Nacional de Emprego) e reconheceu que a rede de agências do programa precisa de modernizações. Em defesa, ele ressaltou que a rede deve ser assumida integralmente pelo governo, pois muitas vezes os convênios feitos com estados e municípios não têm dado o resultado esperado.

“Além dos programas de qualificação e requalificação, o Ministério do Trabalho e Emprego oferece linhas de microcrédito para aqueles que desejam ter seu próprio negócio”, finalizou.