Ambiente de trabalho

Os 18 tipos de colegas de trabalho mais irritantes que existem

Existem diversos tipos de colegas chatos pode te incomodar e maneiras de abordagem e solução diferente para cada um deles

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Ambientes de trabalho podem complicar até mesmo que você faça todas as suas atividades, principalmente se seus colegas de trabalho te incomodam de alguma maneira.

O Business Insider pediu para que os leitores enviassem comentários com as questões de trabalho que mais incomodam e pressionam. Lynn Taylor, especialista em ambientes de trabalho, ajudou a responder a questão: “Tenho um colega de trabalho muito chato. O que posso fazer sobre isso?”

Confira as respostas para os diversos tipos de pessoas incômodas:

PUBLICIDADE

1. Barulhentas
Conversas de telefone, música e barulhos repetitivos são extremamente incômodos em ambiente de trabalho. “Considere conversar em particular com a pessoa, sendo o mais diplomático possível”, disse Taylor. “Você também pode usar fones de ouvido e ter algumas pausas – mas lembre-se de ter noção do seu próprio barulho antes de conversar com alguém”.

2. Fofoqueiras
“Algumas pessoas adoram ser conhecidas como o fofoqueiro do escritório, como se fosse uma visão distorcida de ‘informação é poder’”, disse Taylor. “Educadamente se desvie do moinho de rumores, explicando que você tem trabalho a fazer. Se você for cativado, dê respostas neutras, como “Eu tento não me envolver com essas coisas”.

3. Espirram, tossem e mastigam
Procure perguntar se eles se sentem bem – o que é um gesto gentil, mas também demonstra que você percebe os sons irritantes que fazem.

4. Telefônicos
Conversadores de telefone, amantes de toques de celular e usuários do viva-voz. Considere ser honesto e informa-los que é difícil se concentrar com todo o barulho. “Fones de ouvido e curtas caminhadas também funcionam”, disse Taylor.

5. Ritmistas
“Uma maneira de se distrair é cair no barulho repetitivo de pessoas que clicam a caneta o tempo inteiro, batem os pés e fazem barulhos ritmados”, disse. “Use a diplomacia e seja direto – e tenha certeza de que você examinou todos os seus hábitos antes de abordar a pessoa”.

6. Cantores
“Pessoas cantando, sussurrando e assobiando podem levar todos a fantasiar sobre rastejar até seu armário. Evite a tentação de postar a voz cantante no YouTube e, ao invés, diga-os que isso incomoda.”, aconselhou Taylor.

PUBLICIDADE

7. Bocudos
Você já fica com medo após cada ligação de telefone ou e-mail ruim que seu colega recebeu, pois já sabe os xingamentos e palavras que vêm pela frente. “Diplomaticamente avise seu colega que você sabe que as coisas podem ser estressantes, mas que a distração pode piora-las”, sugeriu Tayor.

8. Trazem comidas ruins
“Algumas comidas, como peixe e alho, podem dar a sensação de que estão rompendo seu olfato”, disse. “Lembre-se de que diferenças culturais podem aparecer em diferenças culinárias, hábitos alimentares, vestimentas, etc. Mas quando começa a atrapalhar o trabalho, é hora de falar”.

9. Bagunceiros
Pessoas cuja mesa e ambiente de trabalho são extremamente bagunçados e começam a invadir o seu espaço. Você sempre pode tentar uma abordagem mais subjetiva, como “ops!, Quase tropecei em sua mochila”, etc.

10. Fedido
Mau hálito ou higiene ao seu redor podem, sim, atrapalhar no ritmo de trabalho. “Isso é muito sensível e pode certificar que será mencionado em uma reunião sobre hábitos de trabalho mais respeitosos. Veja se o RH pode ajudar”, disse Taylor.

11. Ditador da temperatura
Se você se encontra alternando entre seu aquecedor ou ventilador próprio devido à obsessão de seu colega com a temperatura da sala, comente sobre isso. Você provavelmente terá outras vítimas congeladas ou derretidas no escritório. “Tente estabilizar regras comuns como uma equipe e evitar brigas sobre isso”, ela sugere.

12. Bully
“Colegas de trabalho mandões são tão comuns como o refrigerador de água do escritório. Não crie relações, diga que você está ocupado e não faça bullying de volta. Se a situação ficar insuportável, considere conversar sobre o problema com seu chefe ou o RH”, disse Taylor.

13. Carentes
É o tipo de pessoa que te faz perguntar se ela realmente possui um trabalho, já que parece não fazer nada. “Como uma criança, ela parece sofrer da ansiedade e necessidade. Você pode sentir que foi involuntariamente escolhido como seu novo melhor amigo”, disse.

Normalmente, linguagem corporal pode dar conta da mensagem, mas se não, deixe que saibam que você está sob um deadline.

14. Reclamões
Reclamar é um esporte para muita gente. Comece com a abordagem positivo, abordando da seguinte maneiro: “Olhe o lado positivo, XYZ pode acontecer”. Não é seu trabalho animar seus colegas, mas se a dinâmica está fora de controle, você pode ter de ser mais direto sobre sua necessidade de ficar positivo.

15. Rainhas e reis do drama
Toda a ocorrência do trabalho é um desastre – um roteiro prestes a ser escritos. “Eles provavelmente vão querer te arrastar para a última catástrofe. E você sempre pode pedir licença e ir a outro lugar”, disse Taylor.

16. Os sabe-tudo
Você será tentado a rolar os olhos, mas eles estão sempre buscando atenção, então não o faça. “Se você não oferecer atenção, eles procurarão outra vítima, deixando você com o espaço necessário”, aconselhou.

17. Os tagarelas
A tagarelice aqui nem sempre está direcionada a você, mas as conversas podem te irritar rapidamente. “É aqui que a linguagem corporal pode ir longe”, disse. “Você pode tentar educadamente dar as costas como se houvesse uma distração, sinalizando que você está tentando trabalhar”.

18. Os ranzinzas
“Reclamações eternas e pessoas pessimistas podem espalhar rapidamente a miséria no escritório”, avisa Taylor. “Fique longe e não caia na conversa deles”.