Ranking

Os 10 YouTubers mais bem-pagos do mundo faturaram R$ 240 milhões em 2016

Temáticas dos canais passam por games, comédia e ativismo digital

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Os 10 YouTubers mais bem pagos do mundo faturaram US$ 70 milhões em 2016, de acordo com a Forbes. Conforme a cotação desta terça-feira, 6 de dezembro, isso equivale a cerca de R$ 240 milhões.

A publicação divulgou nesta segunda-feira a segunda edição do seu ranking anual de YouTubers mais abastados. O valor total representa um crescimento de 23% com relação ao ano passado.

Novamente, a lista é encabeçada pelo vencedor de 2015, Felix Arvid Ulf, ou PewDiePie. O sueco, cujo canal tem 50 milhões de inscritos, fala sobre games e faturou US$ 15 milhões (R$ 51,3 mi) neste ano, somando vídeos tradicionais, página no serviço pago YouTube Red – plataforma sem anúncios do site de vídeo – e o livro “Este Livro te Ama”.

PUBLICIDADE

“A maioria das estrelas do YouTube tem fontes similarmente variáveis de renda”, escreve a publicação. “Eles monetizam seus vídeos através de anúncios anteriores à exibição e integrando patrocinadores em seu conteúdo”, exemplifica. “Eles fazem turnês, vendem mercadorias e fazem aparições em formas mais tradicionais de mídia. Alguns têm seus próprios produtos, seja um batom ou um jogo de videogame”, finaliza a Forbes.

Confira a seguir o ranking com os 10 mais bem pagos, suas temáticas, e seus respectivos faturamentos anuais em 2016:

1. PewDewPie (games): US$ 15 milhões

2. Roman Atwood (humor): US$ 8 milhões

3. Lilly Singh (humor, rap e dança): US$ 7,5 milhões

4. Smosh/Anthony Padila e Ian Hecox (humor): US$ 7 milhões

PUBLICIDADE

5. Rosanna Pansino (culinária): US$ 6 milhões

6. Tyler Oakley (ativismo LGBT): US$ 6 milhões

7. Markiplier (games): US$ 5,5 milhões

7. German Garmendia (música, humor): US$ 5,5 milhões

8. Rhett and Link (humor): US$ 5 milhões

8. Colleen Ballinger (humor): US$ 5 milhões