Oportunidades: Natal deve gerar 11% mais empregos temporários neste ano

No total, serão 139 mil vagas temporárias até a data comemorativa, sendo um terço destinado aos jovens

SÃO PAULO – O Brasil deve gerar 139 mil empregos temporários até o Natal, o que representa um crescimento de 11% frente ao mesmo período do ano passado, revelou a Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário).

De acordo com o presidente da entidade, Vander Morales, esse será o melhor resultado da história, motivado pelo aumento da renda familiar e a estabilidade da economia, que são os grandes responsáveis pelo otimismo do mercado.

Emprego para jovens
Os jovens devem se beneficiar mais da abertura de vagas, já que um terço delas é para aqueles que estão na situação de primeiro emprego.

“Conquistar uma vaga temporária é uma chance para o trabalhador mostrar o seu potencial, com possibilidade de efetivação”, afirmou a diretora de comunicação da Asserttem, Jismália de Oliveira Alves.

No trabalho temporário, cerca de 28% dos contratos podem gerar efetivação, o que significa emprego para 39 mil pessoas neste ano, 26% a mais do que no ano passado.

Setores
O comércio deve responder por 70% das vagas criadas no mercado de trabalho, sendo o restante responsabilidade da indústria.

No comércio, os destaques ficam com as lojas de rua, os supermercados e os shoppings, bem como com os homens, que devem ocupar 45% das oportunidades. O perfil desejado é de pessoas entre 18 e 39 anos, que devem representar 75% das vagas preenchidas. Para se candidatar, é preciso ser maior de 18 anos e ter primeiro grau completo. “Simpatia, fácil comunicação e saber trabalhar em equipe é fundamental”, disse Jismália.

As principais funções são analista de crédito, atendimento, crediário, embalador, estoquista, etiquetador, fiscal de caixa e de loja, operador de telemarketing, com remuneração média entre R$ 650 e R$ 890, com direito a benefícios.

Na indústria, por sua vez, os homens devem responder por 70% das vagas e as pessoas entre 18 e 39 anos, por 80% das oportunidades. Neste caso, é necessário ter segundo grau completo. Pessoas com qualificação em automação industrial, eletrotécnica, mecatrônica, química, informática, segurança do trabalho, administração, secretariado têm mais chances.

PUBLICIDADE

As principais funções são de auxiliar administrativo e financeiro, motorista, nutricionista, técnico em segurança do trabalho, auxiliar de laboratório e outros. O salário médio está entre R4 800 e R$ 1,1 mil.