Operações de crédito consignado crescem 1,53% em 2011

Número de operações - entre empréstimo e cartão de crédito - foi de 10,267 mi no ano passado, em um montante de R$ 28,4 bi

SÃO PAULO – O número de operações de empréstimo consignado cresceu 1,53% no ano passado, na comparação com igual período de 2010, atingindo 10.267.233 contratos, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (2) pela Previdência Social.

Em valores, as operações no ano que se encerrou totalizaram R$ 28,4 bilhões, um crescimento de 5,97%, na mesma base comparativa.

Em dezembro, o valor alcançou R$ 2,29 bilhões, um queda de 2,75% em relação a dezembro de 2010. A quantidade de operações foi de 711.467 contratos, com 9,83% de decréscimo.

PUBLICIDADE

Empréstimo pessoal
De acordo com dados da Previdência Social, no caso do empréstimo pessoal, foram contratados R$ 28,37 bilhões em 2011, valor 6,17% superior ao verificado no ano anterior. No total, foram realizadas 10.204.259 operações no ano passado, o que representa um aumento de 2,34% em relação a 2010.

Considerando o mês de dezembro do ano passado, a soma total dos valores dos contratos de empréstimo pessoal ficou 2,69% menor do que no último mês de 2010. Na quantidade de operações, no mesmo período, houve queda de 9,68%.

O valor médio das operações dos que recebem entre um e três mínimos foi de R$ 3.346,26 Já os com renda acima de três mínimos contrataram empréstimo pessoal com valor médio de R$ 6.025,28. Por fim, aqueles com renda inferior a um salário mínimo contrataram, em média, R$ 2.341,39 no último mês de 2011.

Cartão de crédito
O número de operações de cartão de crédito foi de 62.974 no ano passado, somando R$ 39,7 milhões – montante 55,07% inferior ao verificado no mesmo período do ano anterior.

Considerando apenas dezembro de 2011, foram registradas quedas de 32,59% no número de operações e de 42,65% no valor contratado, na comparação com igual mês do ano retrasado.

São Paulo é líder
Ainda de acordo com os dados da Previdência, o estado de São Paulo é líder tanto no número de operações de consignado quanto no valor movimentado. De acordo com a Previdência, em 2011, São Paulo concentrou R$ 8,156 milhões dos recursos e 2.564.916 contratos.

PUBLICIDADE

Por região, o Sudeste respondeu por 4.839.933 contratos, no valor de R$ 14,322 bilhões. Na região Nordeste, foram realizadas 2.737.600 operações, que somaram R$ 6,757 milhões. Em 2011, a região Sul foi responsável por pouco mais de 1.735.555 contratos, cujo valor somou R$ 4,747 bilhões.

No Centro-Oeste, as operações somaram R$ 1,308 bilhão, em 465.234 operações, enquanto que o Nordeste foi responsável por 282.413 contratos, que somaram R$ 715,246 milhões.