Operacional ou estratégico? Veja onde seu trabalho se enquadra

Ideal para empresas é encontrar um perfil inovador, que execute novos projetos, mas encare também as tarefas do dia-a-dia

SÃO PAULO – Para que você possa desempenhar bem suas funções, é importante, periodicamente, realizar uma criteriosa auto-avaliação. É claro que a opinião de supervisores ou da sua equipe é importante, mas você precisa ter controle de suas tarefas. E, neste caso, uma das perguntas a fazer para que possa se posicionar melhor é: seu cargo hoje é operacional ou estratégico?

Conheça as diferenças

O ideal para as empresas é que o profissional consiga desempenhar suas funções de forma eficiente, tanto no estratégico quanto no operacional. Isto significa participar de decisões da empresa, executar novos projetos e ter um perfil inovador, mas também arregaçar as mangas e realizar as tarefas do dia-a-dia sempre que necessário.

Entretanto é preciso que se tenha uma noção de prioridade, caso contrário você poderá “se atolar” em tantas tarefas diferentes, principalmente se ocupar uma posição de liderança. Neste caso, vale uma conversa franca com seu superior imediato sempre que se sentir dividido entre tantas atividades diferentes.

PUBLICIDADE

Se, num primeiro momento, esta idéia lhe transmite uma imagem de fraqueza, pense melhor a respeito. Diante de tantas prioridades, será inevitável que algo fique para trás, e isso poderá ser levado em consideração ao ser avaliado o seu desempenho. Por isso, por que não esclarecer tudo antes que a situação se complique?

Os dois lados são importantes

Caso sua participação seja mais solicitada no estratégico, contenha-se para não se achar mais importante do que realmente é. Saiba que você só poderá discutir estas novas idéias e participar de reuniões porque existem pessoas capacitadas em sua equipe realizando as tarefas diárias. Portanto, saiba valorizá-los e apoiá-los sempre que necessário.

Lembre-se que sua posição, embora passe aos outros uma impressão de status, pelo relacionamento mais próximo com a diretoria ou com os clientes da empresa, é tão importante quanto as demais. Por isso, saiba reconhecer a oportunidade e retribuir a confiança que lhe é depositada.

Por outro lado, se sua tarefa hoje está mais voltada ao operacional, isso de maneira alguma significa que você não pode dar idéias, sugestões ou participar mais de perto de outras áreas da empresa. Lembre-se que sempre há chance de desenvolver novas atividades, desde que você mostre interesse e desenvolva a visão do todo, ou seja, consiga visualizar outras atividades desenvolvidas ao seu redor.

Proximidade

Caso ocupe um cargo de liderança, mantenha-se próximo de sua equipe. Isto significa apoiá-la no dia-a-dia, entender a necessidade de cada um e identificar problemas logo no início, procurando soluções o quanto antes.

Analise o grau de motivação do seu grupo e as expectativas individuais. Reconheça que você só consegue se dedicar ao seu trabalho se tiver uma estrutura sólida, formada por profissionais eficientes sim, mas satisfeitos.

Em nenhum momento considere-se insubstituível. No operacional ou no estratégico, isto não existe! Embora sua ausência possa significar um período turbulento na empresa, aos poucos suas tarefas serão absorvidas por outros funcionários e tudo voltará ao normal. Portanto, fique atento à sua forma de encarar seu trabalho. Esta é a regra do jogo!