Brasil

Ofertas de emprego reduziram em 24% nos primeiros seis meses

Diminuição de ofertas de trabalho atingiu quase todos os níveis de ocupação, com excessão para cargos de atuação auxiliar, operacional e técnico

SÃO PAULO – O ritmo de contratações reduziu no primeiro semestre deste ano, é o que aponta o site de carreiras Vagas.com.br. Segundo o site, foram anunciadas 12.708 novas vagas de emprego nos primeiros seis meses de 2012, em comparação ao mesmo período do ano passado que totalizou 16.688 oportunidades, houve uma queda de 24%.

A diminuição de ofertas de trabalho atingiu quase todos os níveis de ocupação, com excessão para cargos de atuação auxiliar, operacional e técnico. “Foram anunciadas menos vagas neste período, reflexo da desaceleração da economia. Tivemos redução do número de ofertas na indústria, comércio e serviço. Ainda há muitas vagas, mas numa quantidade menor à verificada em 2011”, afirma o gerente comercial da VAGAS Tecnologia, Luís Testa.

Queda de oferta
Segundo os dados da pesquisa, a maior diminuição de vagas foi para o cargo Pleno, com 59%, de 3.839 vagas no ano passado para 1.591 ofertas nos primeiros seis meses deste ano.

PUBLICIDADE

Os profissionais que atuam em cargos de gestão, como gerentes, supervisores e coordenadores, e vagas que tenham um perfil mais experiente e qualificado, a diminuição também foi intensa, com até 30%.

Os iniciantes na carreira, como estagiários e trainees, sentiram a diferença da quantidade de vagas. A retração foi de 23% para estágios e 31% para trainees e Júnior.

Os únicos cargos que apresentaram aumento foram Auxiliar e Operacional, de 2.205 vagas em 2011 para 3.150, um aumento de 42%. “As vagas para os níveis operacionais e técnicos foram as que ainda não foram tão afetadas pela retração do mercado. Nos demais casos, a diminuição de ofertas foi verificada em todos os níveis de atuação, desde diretores até estagiários”, esclarece Testa.