O que fazer quando é preciso chefiar antigos colegas?

Situação se torna mais fácil se você souber aproveitar o que já conhece do funcionário; favoritismo pode prejudicar a equipe

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Imagine que foi chamado para trabalhar em outra empresa e decidiu dizer “sim”, já que, depois de anos sendo apenas membro de uma equipe, você terá a chance de se tornar líder.

Quando conhece os funcionários, no entanto, percebe que terá de chefiar um antigo colega de trabalho. Se no passado os dois se encontravam em um mesmo patamar hierárquico, agora você comandará as atividades dele.

Situação complicada?

A situação pode parecer difícil, mas tende a melhorar se você souber lidar com ela. Afinal, se foram colegas, você já sabe a maneira como ele trabalha e deve tirar vantagens disso. Conhecer os membros da equipe a fundo pode servir para indicar o que cobrar deles e saber como aproveitá-los.

PUBLICIDADE

Veja se seu antigo colega continua com o desempenho que tinha na outra empresa. Se ele era devagar, mas o ritmo agora é mais acelerado, por exemplo, trate de cobrá-lo. Se é muito perfeccionista e isto atrapalha o desempenho dele, nada de pressioná-lo, o que fará com que se cobre mais.

Cuidado com o modo como fala com ele, já que a pessoa pode se sentir inferiorizada, o que causará uma queda no desempenho. Mostre-se sempre solícito.

Favoritismo

A relação com ele deve ser a mais natural possível, como com qualquer outro funcionário. Esta é sua primeira liderança e, por isso, é bom que preste bastante atenção em suas atitudes. Você, agora, servirá de exemplo.

No caso de se tornarem grandes amigos, o cuidado deve ser no tratamento que se dá a este funcionário. É claro que vocês já possuem certa intimidade, mas nada de mostrar favoritismos, o que pode despertar ciúmes em outros integrantes da equipe e intrigas.