Ideias Inovadoras

O estagiário pode ser o trunfo para sua empresa

O desconhecimento do inciante faz com que ele busque formas inovadoras de fazer tarefas tornando-o peça chave para sua empresa

SÃO PAULO – Grandes ideias, muitas vezes, surgem de pessoas com menos conhecimento ou experiência em determinado assunto. Assim, estagiários, mesmo com menos vivência no negócio, podem render bons frutos para a companhia. O fato de no início não saberem como as coisas são feitas pode permitir que o funcionário mais jovem experimente novas formas de fazer a tarefa. 

O problema de ser um trabalhador com mais experiência no mundo tecnológico em rápida evolução é que fazemos as coisas que já aprendemos da mesma forma, considerando-as verdades absolutas, porém isso nem sempre corresponde à realidade. Por que questionar algo que pensamos que sabemos? É aí que a beleza da inexperiência entra.

Liz Wiseman, especialista em liderança empresarial, escreveu um livro sobre o tema, e diz que “quando o mundo está mudando rapidamente, a experiência pode se tornar uma maldição, nos prendendo em velhas formas de fazer e saber, enquanto a inexperiência pode ser uma bênção, libertando-nos para improvisar e adaptar-se rapidamente às novas circunstâncias”. Dessa maneira, os estagiários sendo menos inexperientes são abertos a novas formas (e possivelmente mais eficazes) de fazer as tarefas já desempenhadas por pessoas com mais eperiência.

PUBLICIDADE

O que você não conhece pode feri-lo…, mas também pode ajudá-lo

A confiança pode capacitar as pessoas para fazer grandes coisas. Um vendedor que se concentra em tudo o que poderia dar errado durante uma venda, tem grandes chances de não vender. Enquanto aquele que age com confiança, provavelmente vai fechar o negócio. Quando se é estagiário, o desconhecimento sobre alguns assuntos podem ser superados quando se tem vontade de mostrar trabalho. As ideias inovadoras podem se tornar uma carta na manga para fazer a diferença. 

Segundo o colunista, Nick Hedges, do site Inc.com, estudos psicológicos recentes mostram que o sucesso é definido tanto pela confiança, quanto pela capacidade. A confiança, mesmo em um cargo de inexperiência, pode acabar definindo um grande gestor à frente.

Há um equilíbrio para tudo isso. Muitas das metodologias testadas ainda são utilizadas por uma boa razão: nenhuma quantidade de confiança vai ser tão valiosa quanto uma compreensão profunda dos problemas e dinâmicas do negócio. A vontade de aprender é o que faz a diferença. Por isso, valorizar o estagiário pode ser uma bela jogada.