Número de empregos criados em maio aumentou 24,75%, aponta Manager

Consultoria contabilizou 2.777 novas vagas abertas no quinto mês do ano; maioria delas (85,02%) exigia inglês

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A quantidade de empregos criados no mês de maio foi 24,75% maior do que a verificada em abril, revelou a Manager Assessoria em Recursos Humanos, em pesquisa divulgada na segunda-feira (11).

A empresa contabilizou 2.777 novas vagas no quinto mês do ano. No total, 85,02% das vagas disponibilizadas no mês exigiam o domínio da língua inglesa. O espanhol foi solicitado em 10,77% dos casos, o japonês, em 1,30%, o alemão, em 1,15%, e o francês, em 1,04%. Apenas 0,72% das empresas não solicitava um segundo idioma.

Destaque foi setor Industrial

Aprenda a investir na bolsa

As áreas Industrial (24,35%) e Administrativa (17,32%) obtiveram o maior número de vagas abertas em maio, respondendo por mais de 40% das novas vagas do mês. Na seqüência, vieram as áreas Comercial (17,21%) e de Tecnologia da Informação (11,38%).

Nas demais posições, ficaram as áreas: Recursos Humanos (9,97%), Financeira (8,43%), de Compras, Logística e Suprimentos (8,28%) e a Jurídica (3,06%).

Engenheiros continuam liderando

Os profissionais de engenharia continuaram encontrando o maior número de novas vagas (32,58%). Já os formados em administração ficaram em segundo lugar, com 20,84% das ocupações.

Por outro lado, os profissionais de Publicidade, Propaganda e Marketing (3,34%), Psicologia (2,63%), Direito, Comunicação e Comércio Exterior (9,07%) ficaram com as últimas colocações.

Vagas

De todas as vagas criadas em março, 22,76% foram em postos de alta gerência/diretoria. A gerência ficou com 47,68% dos novos postos de trabalho, e os técnicos, supervisores e assistentes, com 29,56%.

De acordo com o presidente da Manager, Hélio Terra, o aumento no número de vagas já era previsto, já que as empresas têm investido pesado nos últimos meses. “A economia do País está aquecida, há previsão do aumento do PIB, as empresas estão investindo e contratando mais. A indústria automobilística é um dos maiores exemplos do crescimento”, disse.

PUBLICIDADE