Número de cartões deve crescer 11% neste ano e atingir 628,5 milhões

Dados de consultoria mostram ainda que número de transações vai aumentar 15,6% e chegar a 7 bilhões

SÃO PAULO – O número de cartões de crédito em posse dos brasileiros deve crescer 11,2% neste ano e atingir 628,5 milhões, revelou estudo realizado pela consultoria Lafis.

A maior parcela desses cartões estará na modalidade débito, com 248,8 milhões de plásticos, após um crescimento de 7% frente a 2009. Quando analisada a expansão do número de cartões, a maior estará na modalidade private label, que são os plásticos de loja. A alta será de 15%, para 225,9 milhões.

Em relação aos tradicionais cartões de crédito, o crescimento no número de plásticos será de 13%, para 153,9 milhões de unidades.

Uso dos cartões
O uso do cartão deve crescer 15,6% neste ano, para 7 bilhões de transações, sendo que cartões de débito e crédito devem se destacar, conforme mostra a tabela abaixo:

Transações com cartões no Brasil em 2010
ModalidadeNúmero de transaçõesCrescimento frente a 2009
Cartão de crédito2,9 bilhões17%
Cartão de débito2,8 bilhões17%
Cartões private label1,3 bilhão16%

Bom para o setor
Os dados da pesquisa mostram ainda um aumento de 20% para o faturamento do mercado de cartões neste ano, incentivado pelas boas condições da economia.

Isso porque a consultoria prevê uma expansão do PIB (Produto Interno Bruto) de 5,2%. “Um resultado positivo, tendo em vista o desempenho ainda em recuperação de importantes economias do mundo, um aumento na economia que favorece o consumo e, consequentemente, a expansão do cartão de crédito como meio de pagamento”, diz a Lafis.

O rendimento médio do brasileiro, conforme o estudo, deve avançar 2,2% sobre o ano passado, o que ajudará a população a consumir e o setor de cartões a faturar mais.