AO VIVO Radar InfoMoney: PetroRio x Petrobras: por que alta do petróleo ajuda mais uma ação que outra

Radar InfoMoney: PetroRio x Petrobras: por que alta do petróleo ajuda mais uma ação que outra

Girl power

Número de bilionárias cresce de 22 para 145 em dez anos

Mulheres ultrapassaram os homens em velocidade de crescimento de riqueza e de membros do clube dos bilionários

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Nos últimos 20 anos, o número de mulheres bilionárias aumentou 6,6 vezes, para um total de 145. As responsáveis pelo aumento são as empreendedoras asiáticas, segundo estudo da UBS e PriceWaterhouseCoopers. Em 1995, eram apenas 22 mulheres bilionárias.

Embora o número ainda seja pequeno em comparação ao de homens – são mais de 1.200 –, o estudo apontou que as mulheres ultrapassaram os homens em velocidade de crescimento de riqueza e de membros do clube dos bilionários. O clube ainda é majoritariamente composto por homens, que são 60% dos membros, mas sua taxa de crescimento é apenas de 5,2.

O número de empreendedoras asiáticas era, dez anos atrás, de apenas três. Hoje, já são mais de 25 mulheres asiáticas da primeira geração de empreendedoras. Os Estados Unidos e Europa contam com 8% das bilionárias do mundo.

Aprenda a investir na bolsa

Enquanto na Ásia a maioria das bilionárias tendem a assumir o papel de líder da criação de riqueza, nos Estados Unidos, embora a maioria também tenha em mente esse papel, 15% se dedicam à filantropia – como é o caso de Melinda Gates e Priscilla Chan, esposas de Bill Gates e Mark Zuckerberg.

Globalmente falando, em 1995 o número de bilionários era de 289, mas em 2014 eles já totalizavam 1.347. Para o futuro, a expectativa é de que mais mulheres se juntem ao clube, já que as “filhas estão preparadas para ter um papel ativo em liderar a família e seu negócio”, diz o relatório.