Número de anúncios de emprego para executivos diminui 56% em fevereiro

No segundo mês do ano, foram recrutados, via anúncio nos principais jornais de São Paulo, 48 executivos

SÃO PAULO – A crise mundial da economia não provocou as demissões em massa esperadas por muitos, ao menos no Brasil. Por outro lado, a redução das oportunidades para executivos já é inegável, de acordo com a Laerte Cordeiro Consultores em Recursos Humanos.

Em fevereiro último, foram recrutados, via anúncio nos principais jornais de São Paulo, 48 executivos dos níveis de Gerência Média, Gerência Sênior e Direção. O número é 56% menor do que a quantidade de anúncios publicados em fevereiro de 2008 (110) e 31% inferior ao resultado de janeiro deste ano (70).

Para as quatro semanas de fevereiro, a média semanal foi de 12 anúncios. Em janeiro, a média havia sido de 18 anúncios.

Mais procurados

PUBLICIDADE

Os executivos mais procurados no mês passado foram os da Área Geral de Marketing/Vendas, com 37% da oferta total de vagas; seguidos pelos de Serviços Internos (23%); Finanças/Controle (21%) e Produção/Técnica (13%). Os gerentes gerais e equivalentes responderam por 6% da oferta total.

Setores

A indústria ofereceu o maior número de ofertas de emprego para executivos em fevereiro (65%). A seguir, aparecem Serviços (29%) e Comércio (6%). O setor bancário, por sua vez, não contou com nenhum anúncio, segundo a Laerte Cordeiro Consultores.

Com relação aos ramos de atuação, as empresas que mais ofereceram emprego para executivos, no mês da análise, foram as de Consumo de Massa, Engenharia, Automóveis e Tratores, Comércio, Farmacêutica, Gráficas/Editoras e Metalurgia.