Nova ferramenta: fica mais fácil procurar emprego em São Paulo

Estado lança ferramenta que, segundo Max Gehringer, permitirá que profissional disponibilize vídeo gravado por celular

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Profissionais que pretendem atuar no estado de São Paulo contam com ferramenta adicional na hora de procurar um emprego. O governo do estado lançou, nesta quinta-feira (13), o Emprega São Paulo (www.empregasaopaulo.sp.gov.br), portal de oferta e busca de vagas.

Tanto profissionais em busca de uma vaga quanto empregadores a procura de um novo talento poderão acessar gratuitamente o portal. De acordo com o consultor de recursos humanos Max Gehringer, a ferramenta mostrará onde estão as deficiências do mercado de trabalho, com estatísticas sobre necessidades de empresas e cursos de qualificação profissional.

Evolução

Entre agosto – quando o site passou a funcionar em fase experimental – e novembro, foram 308 mil candidatos disponíveis, 393 convocações, 12 mil pessoas colocadas no mercado de trabalho, 24 mil empregadores cadastrados e 211 mil vagas ofertadas.

Aprenda a investir na bolsa

Conforme o secretário estadual do Emprego e Relações do Trabalho, Guilherme Afif Domingos, a próxima fase será de envio de mensagens para o celular dos candidatos, informando sobre as vagas. Além disso, de acordo com Gehringer, a ferramenta permitirá que os candidatos disponibilizem vídeos gravados por celular.

Desemprego

De acordo com o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o portal é uma importante ferramenta para combater o desemprego. “É um programa simples, mas que ninguém tinha implantado antes”, afirmou em evento de lançamento.

“Facilitará o acesso aquele que é o requisito número um do bem-estar e progresso de cada família, que é o emprego. É a questão mais crucial na sociedade. Nada substitui o emprego”, disse o governador do Estado, José Serra.

Usuários

Trabalhadores, desempregados ou não, maiores de 16 anos e residentes no estado de São Paulo poderão usar o serviço. Pessoas físicas que residem no estado e jurídicas que tenham sede nele poderão ofertar vagas.

Para se cadastrar, o usuário precisa entrar no site, criar login e senha e informar dados como RG, CPF, endereço e outras informações pessoais e profissionais a respeito do currículos. Haverá cruzamento de dados e, sempre que houver novas vagas compatíveis, o candidato será avisado por e-mail e futuramente por mensagens em seu celular.

O profissional poderá se candidatar diretamente às vagas que serão apresentadas. O empregador terá acesso e poderá enviar convite para a entrevista de emprego. Candidatos escolhidos receberão e-mail e poderão imprimir uma carta de encaminhamento, para comparecer à entrevista.

Cuidados!

PUBLICIDADE

Sempre que participar de um processo seletivo pela internet, identifique se a empresa realmente existe. Cuidado ao colocar informações pessoais, como endereço e telefone residencial. Muitos casos de fraudes ocorrem por conta dessas informações. Por isso, cite apenas o necessário para ser convidado a uma entrevista.