Em carreira

9 modelos de currículos para você baixar de acordo com sua fase profissional

Estagiário, trainee ou gerente? Aqui você encontra cada modelo de currículo para preencher

Currículo
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Fazer um bom currículo é um dos primeiros passos para você conseguir uma vaga de trabalho. É por meio do currículo que o selecionador terá acesso às primeiras informações sobre as suas competências e experiências e por isso é fundamental que ele esteja claro e bem organizado. 

 “De modo geral, um currículo atraente é aquele que tem de forma clara seus objetivos para vaga, uma linguagem direta, atribuindo um resumo com suas experiências escritas de forma sucinta com as palavras chaves de cada área de atuação”, afirma a gerente de relacionamento da Produtive, Melina Graf.

Segundo ela, saber adequar suas experiências para cada vaga e traduzir isso para o currículo é crucial. “O profissional de cada área precisa ter em mente suas ferramentas, metodologias e mostrar suas capacitações dentro da sua especificação, focando na oportunidade e no perfil da empresa”, diz Graf.

O InfoMoney selecionou 5 modelos de currículos para diferentes fases profissionais que você pode baixar e preencher de acordo com sua experiência.

Estagiário

Para o estagiário que busca chances no mercado, a consultora afirma que é importante destacar o que foi aprendido nas oportunidades anteriores. “É importante em casos assim, colocar uma descrição do cargo antigo, quais eram as suas responsabilidades”, afirma Graf.

Ela diz ainda que é uma ideia boa destacar suas principais atribuições, que mostra o que você foi capaz de fazer. Outro ponto importante, destacado pela Isis Borges, gerente de carreiras da Robert Half, é em relação ao e-mail tanto para estagiários quanto para estudantes. ”Atenção ao e-mail, crie um endereço de e-mail mais formal, porque passa a sensação de profissionalismo. Caso não tenha, crie um padrão para enviar às vagas desejadas”, afirma Borges.  

Faça o download aqui, do modelo de currículo da Robert Half, ou aqui no modelo da Produtive..

Trainee

No caso de Trainee, que geralmente já possui mais experiências no ramo profisisonal, o currículo deve seguir o padrão do exemplo dado acima, mas no campo de qualificações o ideal é falar “sobre habilidades adquiridas em outros empregos, e adequadas à área de interesse. Além de citar, caso houver graduação e vivências internacionais”, explica Graf.

Além disso, segundo ela o trainee “é contratado como um profissional estratégico para a empresa, visando uma possível efetivação depois da rotação entre as áreas da empresa. É hora de fazer uma auto propaganda que justifique sua vaga”, diz Graf.

Faça o download aqui, do modelo de currículo da Catho, ou aqui no modelo da Produtive.

Analista

Nesta etapa, o profissional é formado e já tem alguma experiência. É uma espécie de posição intermediária. É importante dar destaque para a formação acadêmica e habilidades técnicas para chamar a atenção para o seu currículo. 

"É um currículo mais incorpado que foca em experiências e passado acadêmico", afirma Graf. 

Faça o download aqui, do modelo de currículo da Produtive. 

Gerente

Para um cargo de gestão o ideal é montar um currículo mais robusto. “Nesse caso, um resumo de qualificações, experiências profissionais, conhecimento do mercado pelo qual você visa atuar e histórico profissional, é o que chama atenção”, afirma Graf.

Segundo ela, como é um profissional em busca de cargos de gerência é preciso mostrar, via currículo num primeiro momento, suas habilidades adquiridas ao longo de sua carreira com exemplos concretos. Outro ponto é destacar suas responsabilidades, cursos extracurriculares, alguma vivência internacional e uma boa gestão, liderança no seu cargo, de acordo com a consultora.

Faça o download aqui, do modelo de currículo da Catho, ou aqui no modelo da Produtive.

CEO

Assim como o gerente, um profissional em busca de recolocação no mercado como CEO deve apresentar um currículo mais robusto e completo visto que a experiência aqui exigida é maior. “Deve ter um resumo de qualificações também, mas o mais importante é um currículo voltado para resultados, com uma ênfase maior para os últimos 10 anos de atuação na respectiva área”, afirma a consultora.

Por ser mais experiente o CEO deve ter seu objetivo no currículo o mais especificado possível, visto que já tem experiência de anos em determinadas áreas, explica Isis Borges. Além disso, ela sugere ainda que o CV de um CEO não seja muito longo, no máximo duas páginas. ”E o ideal, é colocar as informações principais. Se você colocar tudo, primeiro que fica grande demais e segundo que o recrutador tem a sensação de que já sabe tudo sobre e não precisa te chamar para uma entrevista. Então coloque o necessário para que entrem em contato com você para entender melhor suas funções e experiências”, afirma a gerente de carreiras. 

Faça o download aqui, do modelo de currículo da Robert Half ou aqui no modelo da Produtive. 

 

Contato