Em carreira

Liderança: bom profissional precisa encarar seus pontos negativos

A responsabilidade de avaliar o desempenho de sua equipe exige do profissional a tarefa de analisar seus próprios erros

SÃO PAULO - Autocrítica. Se ela já é esperada de um profissional, imagine de alguém que exerce um cargo de liderança!

Embora para alguns a tarefa de coordenar uma equipe seja associada a poder ou vista como um degrau a mais conquistado na hierarquia da empresa, o principal ponto a ser considerado é: não foi o poder, mas sim a responsabilidade deste profissional que aumentou.

Justamente por isso, é esperado do líder que tenha preparo suficiente para encarar o maior desafio: analisar e corrigir os próprios erros.

Pronto para avaliar?
Avaliar o desempenho dos subordinados não é uma tarefa fácil, e deve ser vista com muita cautela. Por isso, antes de iniciar a avaliação, que tal começar por você mesmo? Isso lhe ajudará a compreender melhor as dificuldades de seus avaliados e fará com que enxergue onde pode melhorar.

Mas, para se avaliar, é preciso que você compreenda melhor o que se espera de um líder. A partir daí, conseguirá entender onde tem errado ou acertado.

Durante um evento, o ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, abordou este assunto, destacando que a base da liderança é construída com a educação que se aprende dos pais e as pessoas com que se trabalha no início da carreira.

O que está faltando?
Giuliani destacou ainda seis princípios que reforçam a liderança: a crença nas suas idéias (é preciso conhecer e acreditar em seus objetivos); o otimismo (deve-se mostrar confiante mesmo nas situações mais problemáticas) e a coragem ("ser líder é saber lidar com o medo, com o risco").

E você, está no caminho certo? E não pára por aí: o treinamento (que o mantém preparado para qualquer adversidade), o trabalho em equipe (identificando suas fraquezas, poderá encontrar pessoas que a equilibrem) e a comunicação também compõem o perfil. Comece hoje mesmo sua auto-avaliação e...sucesso!

 

Contato