foco

No trabalho: supere o vício em e-mails com 4 passos

Felizmente, é possível diminuir a dependência do recurso. Para isso, basta se esforçar e superar o vício.

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Não é novidade para ninguém que os e-mails podem se tornar um grande obstáculo no dia de trabalho de um profissional. Entretanto, por mais que reclamemos do problema, é difícil nos livrarmos dele. Isso acontece porque estamos condicionados ao uso da ferramenta.

Felizmente, é possível diminuir a dependência do recurso. Para isso, basta se esforçar e superar o vício. Quer se livrar dos e-mails no dia de trabalho? Veja 4 passos para fazer isso:

1. Desapegue

Aprenda a investir na bolsa

Se você prestar atenção à sua caixa de entrada, vai notar que 75% dos e-mails que recebe são para newsletters que você se inscreveu sem motivo e nunca usou. Desapegue-se disso. Durante duas semanas, reserve 20 minutos do seu dia de trabalho para cancelar todos os e-mails diários e/ou semanais. Em pouco tempo você verá como sua caixa pode ser mais limpa, de modo que você não terá a necessidade de consultá-la a cada dez minutos.

2. Acalme-se

É muito fácil sentir-se tentado a responder todo e-mail que aparece na sua caixa de entrada, mas nem sempre isso é necessário. Analise o conteúdo daquela correspondência. Você realmente precisa enviar uma resposta apenas com um “ok”? Pense por um minuto antes de clicar em “responder” e deixe o recurso apenas para aqueles e-mails que exigem uma resposta rápida e urgente. Além disso, as pessoas com quem você se conecta agradecerão a consideração por não lotar a caixa de entrada delas.

3. Seja criterioso

Ainda que o e-mail seja uma forma de comunicação, você não precisa escolhê-lo como forma exclusiva de manter contato. Em muitos casos um telefonema de cinco minutos pode resolver um problema que você já está discutindo há 20 e-mails, além de fortalecer suas relações. Portanto, tenha critério: que tipo de assunto pode ser resolvido por e-mail? Quais problemas devem ser discutidos via telefone ou frente a frente? A importância do tema vai dizer isso a você, basta que você saiba se adequar à necessidade.

4. Dê informações completas

PUBLICIDADE

Se você decidiu que o contato será feito via e-mail, pelo menos se dê o trabalho de enviar todas as informações necessárias sobre a conversa. Nada é mais irritante do que passar o dia atualizando a caixa de e-mails para conseguir informações complementares sobre um assunto que vem sendo discutido.

Veja mais matérias de Carreira no Universia.