No trabalho: quando ter o inglês fluente pode fazer a diferença

Profissional depende de dois itens para competir: ter em mãos um bom currículo e estar preparado para uma entrevista no idioma

SÃO PAULO – Cerca de 375 milhões de pessoas no mundo possuem o inglês como primeira língua. Ao levarmos em conta as pessoas que o utilizam como segundo idioma, esse número varia entre 470 milhões a mais de um bilhão.

Frente a esses dados torna-se evidente a necessidade de se dominar uma outra língua, seja em situações de lazer e, principalmente, a trabalho. No caso de uma chance profissional aparecer em uma multinacional, como evitar insucessos em uma eventual entrevista de emprego?

Para a diretora da Virginia Center, Ana Virginia Kesseiring, o profissional que se candidata a uma vaga de trabalho depende de dois itens para competir com boas chances em uma eventual entrevista. “Ter em mãos um bom currículo e estar bem preparado para participar de uma entrevista totalmente no idioma configura-se como um grande começo para que o profissional comece a trabalhar nestas empresas”.

PUBLICIDADE

Aliado a uma graduação em uma universidade conceituada, um curso de especialização ou um MBA, a língua inglesa compõe o leque de possibilidades para se candidatar a uma vaga em uma multinacional, por exemplo.

Erros comuns
De acordo com Ana Virginia, que realiza treinamentos destinados aos profissionais que querem aprender como se comportar em uma entrevista em inglês, os candidatos cometem diversos erros que podem interferir no interesse do recrutador.

“É comum vermos traduções na íntegra, sem considerar diferenças de estilo entre o modelo americano e o brasileiro. Outro problema recorrente é a confusão ou mistura com a ortografia americana e britânica”, explica.

The book is on the table
Ter foco, treinar o idioma e especializar-se em bons cursos são algumas dicas dadas por Ana Virginia. Mas, segundo ela, as boas maneiras não param por aí.

Abaixo algumas maneiras de como redigir o currículo para ser enviado para uma vaga em uma multinacional.

  • O documento deve ser resumido
  • Especifique o cargo almejado e mencione habilidades relevantes para a função
  • Americanos gostam de modelos e, desta forma, quanto mais seguir as regras do currículo tradicional melhor
  • Atenção com a gramática; peça para um professor de inglês fazer uma revisão
  • Saliente suas habilidades em inglês, informática e outros. Seja breve para definir o nível de domínio da língua
  • Especifique a nota que obteve em algum teste de validade internacional de proficiência.