Natal de 2009 empregou 125 mil trabalhadores temporários do comércio

"O aumento nas contratações revela que o setor está em evolução", diz presidente da Asserttem

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O comércio no Natal do ano passado foi beneficiado pelo aquecimento da economia, que contribuiu para a contratação de 125 mil trabalhadores temporários, número 8,5% maior, na comparação com 2008.

De acordo com pesquisa realizada pela Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário), estima-se que o percentual de efetivação das vagas temporárias seja de 25%, número que representa emprego efetivo para aproximadamente 31 mil brasileiros.

Segundo o presidente da Asserttem, Vander Morales, esses números refletem a retomada do crescimento do País. “O aumento nas contratações revela que o setor está em evolução e que tem se mostrado uma excelente solução para a formalização da mão-de-obra”, afirmou Morales.

Aprenda a investir na bolsa

A diretora de Comunicação da entidade, Jismália Oliveira Alves, destaca que os candidatos que buscam o primeiro emprego representaram 28% das vagas preenchidas. “Isso mostra que o trabalho temporário é a grande porta para o mercado de trabalho”, concluiu.

Setores
Os setores que mais contrataram foram o Varejo de Rua, Supermercados e Lojas de Departamentos. Veja na tabela abaixo o crescimento e a taxa de efetivação dos setores analisados:

SetorCrescimentoEfetivação1º emprego
Shoppings8%22%25%
Supermercados e afins8,5%24%25%
Lojas de Departamentos8%24%27%
Verejo (Rua)9,5%30%35%
Média8,5%25%28%

Fonte: Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário)

Regiões
Entre as cinco regiões do Brasil, a que mais empregou foi a Sudeste, com 55,42% das contratações. O estado de São Paulo se destacou na região, com 58,37% de funcionários contratados.

Já a região que menos empregou foi a Norte, com 4,03% do total de contratações no País. Confira na tabela abaixo as regiões e estados que mais contrataram:

Região/Estado% Região% BrasilTrabalhadores
Sudeste100%55,42%69.275
São Paulo58,37%32,35%40.438
Minas Gerais22,79%12,63%15.788
Rio de Janeiro14,59%8,08%10.100
Espírito Santo4,26%2,36%2.950
Sul100%20,24%25.300
Paraná36,92%7,47%9.338
Rio Grande do Sul34,41%6,97%8.713
Santa Catarina28,67%5,8%7.250
Nordeste100%12,33%15.400
Bahia29,96%3,7%4.625
Pernambuco19,98%2,46%3.075
Ceará16,64%2,05%2.563
Rio Grande do Norte8,17%1,01%1.263
Maranhão6,25%0,77%963
Alagoas6,02%0,74%925
Paraíba5,23%0,64%800
Sergipe4,31%0,53%663
Piauí3,44%0,42%525
Centro-Oeste100%7,97%9.963
Goiás40,02%3,19%3.998
Mato Grosso23,59%1,88%2.350
Distrito Federal19,11%1,52%1.900
Mato Grosso do Sul17,27%1,38%1.725
Norte100%4,03%5.038
Pará41,93%1,69%2.113
Amazonas27,82%1,12%1.400
Rondônia13,66%0,55%688
Tocantins8,9%0,36%450
Amapá3,04%0,12%150
Acre2,93%0,12%150
Roraima1,73%0,07%88

Fonte: Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário)

PUBLICIDADE