O QUE ACHA?

NASA está contratando um “protetor da terra” para ganhar R$ 590 mil por ano

A principal atribuição é evitar "contaminação biológica da exploração espacial por homens e robôs" 

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO –  A NASA (Agência Espacial Americana) está com procurando um profissional para preencher a vaga de “protetor da Terra”. O salário é US$ 187 mil por ano, ou cerca de R$ 590 mil, e o funcionário fica encarregado de proteger a Terra de ameaças alienígenas.

A principal atribuição é evitar “contaminação biológica da exploração espacial por homens e robôs”, ou seja, que eventuais micróbios e bactérias do espaço se espalhem pela Terra, segundo o US Jobs, site do governo dos EUA de vagas de emprego. 

Por ser um cargo do governo federal, a vaga de “Protetor Planetário” é válida apenas para cidadãos norte-americanos, que podem se inscrever no processo seletivo até 14 de agosto.  Os candidatos devem ter diploma de engenharia, física ou matemática.

PUBLICIDADE

Embora a vaga pareça inusitada, ela já existe há um bom tempo. Segundo dados do Business Insider,  o cargo de “Protetor Planetário” é um dos requisitos do “Tratado do Espaço Exterior” de 1967. A ESA (Agência Espacial Europeia) também possui um funcionário para esse cargo.