Na próxima porta: pesquisa revela que indicação de vizinhos tem sucesso

"As interações sociais entre vizinhos são um importante recurso de referência de empregos", diz autor

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Você não sabe, mas a sua chance de conseguir um emprego pode estar na próxima porta. Por isso, quando estiver a procura de uma vaga, não deixe de falar com o seu vizinho. O conselho vem de uma nova pesquisa realizada nos Estados Unidos pela Duke University, que concluiu que os vizinhos dão indicações de emprego de sucesso.

“Os vizinhos naturalmente formam redes sociais, mas a questão é qual a extensão e o efeito desses relacionamentos”, disse o principal autor do estudo e economista da universidade, Patrick Bayer. “Nós percebemos que as interações sociais entre vizinhos são um importante recurso de referência de empregos e que essas indicações têm um mensurável benefício econômico”.

Bons vizinhos

Os resultados indicaram a existência de uma significante interação social entre pessoas que moram no mesmo bloco. Baseados nos dados mais conservadores da pesquisa, é possível dizer que residentes do mesmo bloco têm 33% mais chances de trabalharem juntos do que os moradores de blocos vizinhos.

Aprenda a investir na bolsa

A pesquisa ainda identificou que as referências de trabalho são mais frequentes quando os vizinhos têm algo em comum, como filhos da mesma idade, mesmo nível educacional ou mesma idade.

Ganhos

Além de analisar as chances de trabalhar com alguém do mesmo bloco, a pesquisa ainda identificou o impacto disso nos rendimentos.

A conclusão foi de que indicações de vizinhos imediatos têm relevância em ganhos, mas de maneira diferente para homens e mulheres. “A referência da vizinhança parece ajudar mais os homens a encontrar melhores empregos. A referência da vizinhança ajuda as mulheres a encontrar empregos também, mas tem impacto pequeno nos ganhos delas”.

Passar do tempo

A pesquisa, intitulada “Place of Work and Place of Residence: Informal Hiring Networks and Labor Market Outcomes”, foi realizada com dados do Censo de 1990 da cidade de Boston e comparou informações de trabalho de pessoas que moram no mesmo bloco e daquelas que moram em blocos vizinhos. Ela foi publicada neste mês de dezembro no Journal of Political Economy.

“Como nós usamos dados da década passada, isso nos remete à questão de como as novas ferramentas de comunicação podem ter mudado esta dinâmica de referência entre vizinhos”, afirmou Bayer. “A minha intuição é de que os tipos de interações entre vizinhos são freqüentes com o passar do tempo”.