Na dúvida sobre o que prestar no vestibular?

Se você procura uma carreira diferente, confira os sete novos cursos que serão oferecidos pela USP a partir de 2006; maioria é inédita na América Latina

SÃO PAULO – Direito, engenharia, computação, medicina, nenhuma dessas carreiras lhe atrai e faltam poucos meses para o vestibular. Em primeiro lugar não adianta se desesperar, essa é uma decisão importante que exige muito cuidado. Mas, se você procura alguma coisa nova, pode valer a pena conferir os novos cursos lançados pela USP (Universidade de São Paulo), e que devem ser incluídos mo vestibular do próximo ano.

Os cursos refletem uma tendência nova em termos de graduação no Brasil, procuram trazer para a universidade áreas que antes ficavam apenas no nível de especialização. Esse é o caso, por exemplo, do curso de Química Forense, do curso de Física computacional, entre outros. Muitos desses cursos sequer são oferecidos no Brasil, de forma que, na visão do reitor da USP, Adolpho Melfi, seu ineditismo deve atrair muitos candidatos.

No total serão oferecidos sete novos cursos com 290 vagas, são eles: Atuária, Ciências Físicas e Biomolecures, Design, Economia Empresarial e Controladoria, Física Computacional, Licenciatura de Enfermagem e Química Forense. Para quem se interessou por algum dos cursos vale lembrar que eles estarão incluídos no manual de inscrição do vestibular, que começa a circular no próximo dia 08 de agosto.

  • Atuária

    PUBLICIDADE

    Com 50 vagas e organizado, o curso era oferecido até o início dos anos 80 quando foi suspenso. Mas o que exatamente faz um atuário? Trata-se de um profissional que faz parte do dia-a-dia da maioria dos brasileiros porque suas atividades permitem efetuar os cálculos para determinar pagamento de benefícios no setor de previdência privada ou de indenizações no setor de seguros.

    Com base nos pagamentos efetuados pelas pessoas, seja na forma de prêmio de seguro ou de contribuição ao plano de previdência, e no risco associado ao produto que contrataram – que pode ser um seguro de carro, de saúde de vida, ou previdência, o atuário determina o nível de reservas que as instituições precisam ter para garantir os pagamentos futuros (indenizações nos seguros ou benefícios na previdência).

    Além da determinação dos passivos (reservas) dessas instituições, o profissional será preparado para determinar como aplicar esse dinheiro, ou seja, para definir os ativos da empresa. Dentre as matérias que fazem parte da grade estão: demografia, contabilidade e direito.

  • Ciências biomoleulares

    Com 40 vagas e duração integral, o curso será o primeiro da América Latina e ministrado no Instituto de Física da USP São Carlos. O profissional deve atuar em uma das áreas que mais tem atraído a atenção do mundo científico no momento, a biotecnologia, mas que não é abordada adequadamente nos cursos de graduação.

    Para quem não sabe ao certo o que faz a biotecnologia trata-se do estudo e exploração de recursos biológicos com o intuito de desenvolver novas tecnologias. Através da biotecnologia os cientistas estudam as células-tronco, fabricam vacinas e hormônios usando microorganismos geneticamente modificados, e desenvolvem sistemas para melhoria do plantio. Dentre as matérias que são abordadas no curso estão: física, estudo molecular, matemática e, pasmem, empreendedorismo!

  • Design

    Com 40 vagas e oferecido no período noturno o curso tem tudo para se transformar em um dos mais procurados da USP, pois se trata do primeiro oferecido por uma universidade pública. Oferecido pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, a FAU de São Paulo, o curso contará com matérias como, gestão, marketing, comunicação, engenharia de materiais, que serão organizadas em coordenação com a FEA (Faculdade de Economia e Administração), a Poli (Escola de Engenharia) e a ECA (Escola de Comunicação e Arte).

    O Design é um desdobramento do curso de Arquitetura, e tem como objetivo formar profissionais que ajudem na resolução de problemas da produção industrial nacional. Na segunda fase do concurso o candidato será testado por seus conhecimentos em geometria, linguagem bi e tridimensional.

  • Economia empresarial e controladoria

    Com 70 vagas e organizado no período diurno o curso será oferecido na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP de Ribeirão Preto. Para quem procurava uma carreira que combinasse de forma mais intensa os temas abordados nos cursos de economia, contabilidade e administração esse é o curso correto.

    O objetivo é formar profissionais que tenham conhecimentos sólidos nas três áreas, e que no último ano do curso escolherão se querem atuar na área de Economia empresarial (maior foco de economista), ou na área de controladoria (maior foco de contabilista). A necessidade de ter conhecimentos na área de administração de empresas tem levado muitos economistas a procurar especialização através de MBAs, para evitar isso o curso oferecerá matérias como marketing, recursos humanos e finanças.

  • Física computacional

    Com 40 vagas trata-se de um curso de período integral que será oferecido também pelo Instituto de Física da USP de São Carlos. A meta do novo curso é formar físicos que saibam usar o computador cientificamente.

    Mas, o que exatamente é isso? Somente através do uso científico do computador é possível, por exemplo, simular o chamado túnel do vento, que é usado nos testes de aerodinâmica e resistência de estruturas. Ainda que os alunos do curso de Física da USP São Carlos tivessem opção por esse tipo de formação dentro do Bacharelado, ainda não existia no País um curso exclusivamente dedicado a essa área de atuação.

  • Licenciatura de enfermagem

    Com 50 vagas e organizado no período noturno, o curso será oferecido pela USP de Ribeirão Preto. Os profissionais formados estarão capacitados para lecionar enfermagem em cursos técnicos profissionalizantes. São esses profissionais que irão ensinar aos técnicos e auxiliares de enfermagem, profissionais que, na prática tendem a seguir instruções dos enfermeiros. Muitos enfermeiros sabem atuar, mas não têm didática para ensinar, portanto o curso terá ênfase nos aspectos pedagógicos, além de abordar os temas naturalmente tratados em uma graduação de enfermagem.

  • Química forense

    Você já se perguntou como os atores da série CSI (Crime Scene Investigation) apresentado na televisão brasileira sabem tanto? Pois é, todos eles fizeram uma graduação em química forense, daí o conhecimento profundo da composição de evidências e da combinação de materiais. Inédito no País, o novo curso contará com 20 vagas e será oferecido no período diurno pela USP de Ribeirão Preto. O objetivo é exatamente formar profissionais capazes de usar química na resolução de crimes.

    Para tanto terão formação de um químico, mas sairão com uma especialização a mais. Atualmente, os químicos que querem atuar na polícia, apesar da formação ainda precisam passar por um curso para se tornarem peritos. Outra meta do curso é ajudar na identificação e desenvolvimento de novas técnicas de investigação forense.

PUBLICIDADE

Para maiores detalhes sobre as carreiras é preciso se informar diretamente nos respectivos institutos.