Mulheres estão ocupando cargos mais elevados em grandes empresas

As mulheres passaram a ocupar 38% dos postos de trabalho nas Melhores Empresas para Trabalhar em 2006

SÃO PAULO – As mulheres passaram a ocupar 38% dos postos de trabalho nas Melhores Empresas para Trabalhar em 2006. Os cargos de chefia passaram à marca de 31% em 2006, contra 20% em 2004.

Este crescimento é oriundo de incentivos das organizações com práticas de gestão específicas para o universo feminino.

Por outro lado, este aumento acarretou na sobrecarga de trabalho das mulheres e o desequilíbrio entre a sua vida pessoal e profissional.

Vida pessoal x profissional

PUBLICIDADE

As empresas estão focando neste critério para facilitar a vida das mulheres trazendo para dentro dos escritórios serviços para auxiliar o dia-a-dia das profissionais como, por exemplo, apoio a gestantes e creches.

Esta conclusão é do estudo realizado pelo Great Place to Work® Institute Brasil, que ainda revela que as organizações têm procurado garantir a ascensão profissional das mulheres, oferecendo incentivos e programas de mentorado especiais, à medida que as executivas crescem na hierarquia.

Há empresas, por exemplo, que promovem o monitoramento da evolução das promoções de mulheres em todas as faixas de cargos, além de realizarem mudanças nas políticas de recrutamento e seleção, com o objetivo de aumentar a participação de mulheres nestes processos.

Melhoras

O estudo destaca algumas práticas diferenciais para a melhora na gestão de funcionárias:

  • Política de seleção que privilegia a contratação de mulheres com igualdade de condições e capacitação;
  • Meta de entrevistar mulheres para processos seletivos de nível gerencial;
  • Programas específicos para mulheres: prevenção ao câncer de mama, programas de gestantes etc;
  • Licença para cuidar do bebê: após licença maternidade;
  • Programa de mentoria dentro da organização;
  • Eventos com grupos de mulheres;
  • Programas para favorecer a ascensão e o desenvolvimento individual de profissionais;
  • Comitês de desenvolvimento profissional feminino;
  • Plano de carreira com enfoque para mulheres;
  • Aconselhamento de carreira;
  • Programa de diversão e inclusão.