AO VIVO Análise Técnica na prática: como um trader ganha dinheiro na Bolsa?

Análise Técnica na prática: como um trader ganha dinheiro na Bolsa?

Mulheres do mercado financeiro: como elas administram o lar e a carreira

Vice-presidente da Apimec fala de preconceito e das diferenças entre mulheres e homens do mercado financeiro

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – “A presença feminina vem aumentando em todas as áreas, inclusive no mercado financeiro, particularmente nas áreas de compliance, custódia e controladoria”, avisa a vice-presidente da Apimec Nacional (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais), Maria Cecilia Rossi.

Segundo ela, as mulheres ocupam postos variados, dos níveis iniciais da carreira técnica – analistas juniores e plenos – às altas gerências. “Acho que a menor presença de mulheres nos altos postos diretivos decorre do fato de que elas tendem a distribuir suas fontes de satisfação em várias cestas, seguindo em suas vidas o princípio fundamental das finanças: diversificar para mitigar risco”, analisa.

Em outras palavras, essas profissionais não buscam apenas uma carreira bem-sucedida, uma vez que priorizam o equilíbrio, construindo relacionamentos saudáveis com familiares e amigos, fazendo a casa funcionar em harmonia e investindo em si mesma, na própria educação continuada, por exemplo.

Aprenda a investir na bolsa

“Acho que a mulher tem mais clareza quanto à necessidade de busca por equilíbrio, mas o homem também já está despertando para os ganhos decorrentes dessa opção”, opina Cecilia.

Preconceito

Apesar de muito abordada, a questão do preconceito, na avaliação da vice-presidente da Apimec, não reflete a realidade atual. É verdade que as pesquisas mostram que os salários das mulheres ainda são menores, no entanto, é crescente a presença no mercado de trabalho de homens cujas mães têm uma carreira. “Isso vem minando na base o preconceito.”

“A mulher está consciente das exigências do mercado e zela pela continuidade de sua carreira. Conheço um grande número de executivas que, mesmo em licença-maternidade, optaram por voltar antes ao trabalho, conectadas à distância ou presentes em período parcial, não por medo de perder o lugar, mas por genuíno interesse no trabalho e pela satisfação que dele extraem”, acrescenta.

No que se refere ao salário, a vice-presidente afirma que as mulheres esperam ser reconhecidas, enquanto os homens exigem esse reconhecimento. “Eles são também mais sensíveis a ofertas que envolvam maior remuneração, ainda que o aumento não seja substancial.”

“As mulheres valorizam outras questões, além da remuneração, como a reputação e a facilidade logística em relação a sua vida pessoal. Por isso, tendem a ficar mais tempo em uma mesma empresa, ainda que não estejam plenamente satisfeitas com a remuneração”, acrescenta. De qualquer maneira, a perspectiva é de redução dessa diferença.

As diferenças

Do ponto de vista de Cecilia, os homens são mais impulsivos e arrojados. “Até por isso, se sobressaem mais – não só para o bem, mas também para o mal. Por exemplo, os recentes grandes escândalos financeiros, por exemplo, envolveram apenas homens. Já as mulheres são mais perfeccionistas, cobram muito de si e dos outros, o que é positivo, pois existe uma tendência de valorização das áreas de middle e compliance, nas quais essas qualidades são muito importantes.”

PUBLICIDADE

Quanto à liderança, ela acredita que a mulher está mais disposta a ouvir a equipe e a buscar consenso. “Isso pode ser bom ou ruim, dependendo da área e do momento”, diz.

Quando questionada sobre como as mulheres conseguem administrar a carreira e a casa, a profissional responde que elas sabem fazer escolhas, aceitando as perdas decorrentes delas. “Acho que ela consegue, porque vai apurando o senso do que é essencial e do que é passível de ser delegado a outros, seja no trabalho, seja na vida pessoal.”

Confira, na tabela abaixo, o número de mulheres que atuam no mercado financeiro, conforme dados da Apimec:

Mulheres que atuam no mercado financeiro
Local Total de associadosMulheres
São Paulo47489
Minas Gerais22231
Distrito Federal34844
Rio de Janeiro35955
Nordeste22336
Sul37230

Fonte: Apimec