Mulheres da classe AA são as mais satisfeitas e focadas no trabalho

Segundo pesquisa, percentual de mulheres satisfeitas com o próprio trabalho, nesta faixa de renda, é de 52%.

SÃO PAULO – Pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência, em parceria com o grupo Abril, intitulada Movimentos Femininos, revela que as mulheres pertencentes à classe AA são as mais satisfeitas e focadas no trabalho.

Segundo informações do Ceo do Instituto, Nelson Marangoni, o percentual de mulheres satisfeitas com o próprio trabalho é de 52% nesta faixa de renda. Já nas classes AB e C, este número cai para 26% e 15%, respectivamente.

O motivo para resultados tão díspares, explica Marangoni. Está no fato de que, especialmente para as mulheres das classes AB e C, o trabalho não lhes proporciona independência financeira, visto que, neste sentido, somente 12% das mulheres da classe C se consideram independentes e 21% das mulheres AB. Já na classe AA, este percentual é de 84%.

PUBLICIDADE

Além disso, completa o especialista, “para cada perfil, o trabalho possui conotações diferentes.”

O trabalho de cada uma

De acordo com o estudo, para as trabalhadoras da classe C, trabalho é algo que ajuda na renda familiar, já as mulheres da classe AB entendem que o trabalho abrange o desenvolvimento pessoal e, por fim, o público feminino de classe AA acredita que o trabalho está relacionado com desenvolvimento intelectual e pessoal, realização e destaque como profissional.

Na opinião de Marangoni, o fato da expectativa quanto ao trabalho da mulher AA ser tão alto, explica porque esta trabalhadora é a mais dedicada e focada no trabalho. Contudo, tal atitude, diz ele, também é o motivo para que as mulheres desta faixa da população sejam as mais insatisfeitas com a qualidade da própria vida e estejam se voltando um pouco mais à espiritualidade e preocupadas consigo mesmas.

Em uma escala de um a 10, sendo um equivalente a péssimo e dez a excelente, as mulheres da classe AA se atribuíram 6,9 em qualidade de vida, enquanto que aquelas das classes AB e C se deram nota 7,8 e 7,4, respectivamente.