Mulheres brasileiras recebem apenas 43% do salário dos homens, revela estudo

Quando exercem a mesma função que os homens, as mulheres brasileiras ganham 51% do montante recebido por eles

SÃO PAULO – As mulheres brasileiras ganham menos da metade do salário dos homens, revela o índice que mede a desigualdade entre os gêneros sexuais, divulgado na última terça-feira (21) pelo Fórum Econômico Mundial. Segundo o levantamento, a relação entre a renda recebida pelas mulheres e pelos homens do nosso País é de 0,43.

Considerando a colocação mundial do Brasil no quesito renda, observa-se que o País ocupa o 83º lugar, acima da Argentina (95º) e do México (93º). Por outro lado, países como os Estados Unidos (31º) e Alemanha (54º) ocupam posições bem acima.

Salários para o mesmo cargo

Ainda segundo o estudo, no quesito igualdade entre o salário dos homens e das mulheres que exercem a mesma função, o Brasil ocupa a 98ª posição, sendo que seu índice atinge 0,51 (considerando uma escala em que 1 significa igualdade e 0 desigualdade).

PUBLICIDADE

A Argentina, por sua vez, ocupa o 96º lugar, também com índice de 0,51, e o México, cuja pontuação chega a 0,53, fica com a 91ª posição. Já os Estados Unidos (37º lugar e 0,68) e a Alemanha (66ª posição e 0,62) ficam em colocações bem acima dos países da América Latina.

Ranking geral

No ranking geral que mede a diferença entre os sexos, a Suécia aparece como o país mais bem colocado, com índice de 0,81. A Noruega (0,79), a Finlândia (0,79) e a Islândia (0,78) vêm em seguida.

A Alemanha fica com a 5ª posição geral, com índice de 0,75, seguida das Filipinas (0,75), da Nova Zelândia (0,75), da Dinamarca (0,74), do Reino Unido (0,73) e da Irlanda (0,73).

No geral, o Brasil aparece na 67ª posição, com índice de 0,65. A última posição do ranking, de número 115, é ocupada pelo Iêmen, com índice de 0,47.