Mulher executiva revela perfil peculiar durante viagens de negócios

Decoração mais delicada e itens diferenciados no frigobar são requisitos essenciais para deixar esse público à vontade

SÃO PAULO – A participação das mulheres em posições de gerência e liderança nas empresas aumentou exponencialmente nos últimos anos. 

Reflexo desse movimento pode ser verificado com a presença cada vez mais constante das mulheres na rede hoteleira da Grande São Paulo, cujo fluxo de hospedagem executiva é intenso.

A supervisora de Serviços da Atlantica Hotels International, Giuliana Milani, atenta a este indicador, resolveu analisar o comportamento das executivas durante a viagem de negócios.

PUBLICIDADE

“Elas passam dois ou três dias na capital exclusivamente a trabalho e mantendo contato permanente com maridos e filhos que ficaram em casa”, diz Giuliana.

Público diferenciado
As empresárias não se contentam com pouco durante o período de hospedagem. Segundo Giuliana, “para atender o público executivo feminino, é preciso oferecer alguns produtos e serviços específicos”.

Decoração mais delicada com cores claras e sutis, itens diferenciados no frigobar, como frutas secas e produtos light, são requisitos essenciais para deixar esse público à vontade nos hotéis.

Outro item importante que não pode faltar são os produtos de primeira necessidade para o sexo feminino, como removedores de esmaltes, maquiagem, meia-calça e creme hidratante, explica a supervisora.

Características
Em grande parte, essas mulheres optam por passar o tempo instaladas em unidades de luxo dos hotéis. Soma-se a esse perfil a preferência por ficarem sozinhas nos apartamentos.

Entre as opções mais recorrentes nas horas vagas, estão a ida a academias e a procura por salões de beleza nos arredores da hospedagem. Reservadas e ocupadas, observa Giuliana, elas preservam a discrição e o profissionalismo enquanto circulam por áreas comuns.