Mudança de cidade: veja quais fatores atraem profissionais qualificados

Segundo Ipea, entre eles, estão salário, educação e clima; cidade que mais atrai talentos é Águas de São Pedro (SP)

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Salário, educação, clima, violência, estabilidade social e assistência médica. Antes de mudarem de cidade, quais desses fatores realmente pesam na decisão dos profissionais mais qualificados?

De acordo com a pesquisa “Quais as características das cidades determinam a atração de migrantes qualificados?”, de Daniel da Mata, Carlos de Oliveira, Cedric Pin e Guilherme Resende, do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), são todos eles.

Os dados mostraram, principalmente, que quanto maior o salário do município em 1991, maior a migração qualificada líquida no período de 1995 a 2000, o que quer dizer que os profissionais buscam melhores remunerações.

Outros fatores

Aprenda a investir na bolsa

Migrantes qualificados tendem a ir para locais com maior escolaridade, o que quer dizer que as cidades que os atraem dão ênfase ao capital humano.

Outro fator relevante é o clima: os migrantes prezam locais em que a variabilidade térmica é menor, o que significa que escolhem cidades onde invernos e verões são menos rigorosos. Além disso, preferem regiões com menos intensidade e montante de chuvas.

Um dado que comprova a tese de que os migrantes qualificados buscam estabilidade social é que as cidades que mais recebem essa mão-de-obra são aquelas com menor índice de homicídios entre jovens de 15 e 29 anos. Os migrantes ainda tendem a ir a cidades com maior disponibilidade no sistema de saúde.

Cidades

Dentre as cidades escolhidas para trabalhar, a pesquisa mostrou que as mais almejadas pelos profissionais qualificados são as próximas ao litoral. Veja abaixo a tabela das cidades que mais atraem “cérebros”, de acordo com a pesquisa.

ColocaçãoCidade
Águas de São Pedro (SP)
Cabedelo (RJ)
Fernando de Noronha (PE)
Santana de Parnaíba (SP)
Balneário Camboriú (SC)
Iguaba Grande (RJ)
Palmas (TO)
Parnamirim (RN)
Vinhedo (SP)
10ªArroio do Sal (RS)

Fonte: Ipea