MTE terá espaço destinado a programas de qualificação profissional

O objetivo do projeto do PAC é erguer espaços onde haja serviços de atendimento trabalhista, social e lazer

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) entra em uma nova fase, na qual terá a participação do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) com ações de qualificação profissional.

O projeto inclui a construção de 800 centros integrados entre 2011 e 2014. De acordo com o representante do MTE para construção do plano de ação, Sergio de Sepulvida, a proposta é erguer espaços de até sete mil metros quadrados onde haverá serviço de atendimento trabalhista, mas também social e de lazer.

O objetivo dos centros integrados é atender a população carente em situação de vulnerabilidade em municípios que tenham mais de 70 mil habitantes. O projeto também será levado para cidades históricas do País.

Aprenda a investir na bolsa

Salas
Além disso, o MTE possuirá três salas que deverão ser destinadas aos programas de qualificação profissional, além de outra sala multiuso. “Essa qualificação se dará por meio do Programa Nacional de Qualificação, onde poderemos capacitar profissionais para as áreas mais carentes de trabalhadores”, afirmou Sepulvida.

PUBLICIDADE

Na sala multiuso, serão apresentadas ações sazonais do MTE, como a emissão de carteira de trabalho, exposições e ações do Microcrédito Produtivo Orientado.

Além do Ministério do Trabalho, o Ministério da Cultura, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, do Esporte e da Justiça também participam da segunda fase da PAC.