MPEs geraram mais de 1,5 milhão de até novembro

Segundo levantamento realizado pela Sebrae, o volume de vagas geradas representa 77% do total de oportunidades criadas no País este ano

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As MPEs (Micro e Pequenas Empresas) criaram mais de 1,5 milhão de empregos entre janeiro e novembro deste ano. É o que revela um levantamento divulgado nesta sexta-feira (23) pelo Sebrae, baseado no Caged (Cadastro de Empregados e Desempregados) do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego).

Vale destacar que o MTE considera como micro e pequenas empresas aquelas que têm um número máximo de 49 funcionários, nos setores de comércio e serviços, e de 99 de trabalhadores, na indústria.

Segundo o estudo, o volume de vagas geradas este ano representa 77% do total de vagas geradas no País. Em 2010, o indicador era um pouco menor, de 72%. O resultado positivo pode ser explicado pelo fato de o mercado interno estar aquecido, influenciado pelas medidas econômicas adotadas pelo governo.

Aprenda a investir na bolsa

Resultado de novembro
O estudo revelou ainda o número de contratações feitas pelas MPEs em novembro. No período, foram gerados 102.950 postos de empregos. 

Entre os setores que mais contrataram estão o comércio e serviços, impulsionados pela proximidade das festas natalinas. No geral, incluindo as empresas de outros portes, juntos, os dois criaram 161.919 vagas de trabalho. Em contrapartida, a indústria de transformação, a agricultura e a construção civil, somadas, fecharam 119.392 postos.

O Sebrae afirma que a sazonalidade explica as demissões nesses setores. Tradicionalmente, a indústria reduz seu quadro de pessoal depois de uma fase muito aquecida para a produção de produtos para o Natal. Já a agricultura e a construção civil são influenciadas pelo clima, que é marcado por fortes chuvas nessa temporada.