Sabe por que?

Motivo pelos quais os bilionários continuam trabalhando não tem a ver com dinheiro

Pelo fato de não terem que se preocupar com dinheiro, eles se preocupam com coisas maiores, como o que deixam de legado para a humanidade

SÃO PAULO – Todos nós, em algum momento, já nos perguntamos o por quê de bilionários continuarem trabalhando e ganhando dinheiro, ao invés de gastar o que já têm – e viajar ao redor do mundo, por exemplo. Essa pergunta, inclusive, foi feita no site Quora. E uma das respostas foi feita por Andrew Lynch, gerente de publicação do site Book In a Box.

“Sua questão é baseada em uma premissa falta.

Elon Musk não se senta em sua mesa todos os dias e pensa, “eu já tenho dinheiro suficiente para me demitir e viajar pelo mundo?”. Warren Buffett não chega ao escritório da Berkshire Hathaway pelas manhãs, confere seu portfólio e diz, “eu consigo pagar minha hipoteca e viver de dividendos para o resto da minha vida?”.

PUBLICIDADE

Obviamente que a resposta é sim. Elon poderia aposentar-se amanhã. Warren não precisaria ir para o trabalho nos últimos 50 anos. Mas eles o fazem de qualquer jeito. Por que? Porque dinheiro não é dinheiro quando você é um bilionário, são apenas pontos.

Quando você é um bilionário, seus problemas não vão embora, mas seus problemas financeiros sim. Você não tem que se preocupar com dívidas do cartão de crédito, pagar a hipoteca, nada.

Você foca em coisas maiores. Coisas como:

• Meu negócio é o melhor que poderia ser?

• Alguém em minha indústria tem um negócio melhor que eu? Se sim, por que?

• Alguém em outra indústria tem um negócio melhor que o meu? Se sim, por que?

PUBLICIDADE

• Qual o impacto que eu fiz no mundo?

• Eu tenho um legado que vai durar mais que eu?

• Eu fiz o melhor em termos de investir e reinvestir minha riqueza como eu poderia ter feito?

• Quanto de riqueza eu deveria dar para causas de caridade?

Então, Elon não se preocupa se ele tem o suficiente para aposentar-se ou não. Ele se preocupa se a humanidade ai se tornar uma espécie interplanetária. Warren não se senta em frente a uma tabela, calculando se ele consegue viver de renda de dividendos pelo resto de sua vida. Ele se pergunta se realmente é o melhor alocador de capital de todos os tempos, se o desdobramento de seu capital levou a um bem maior e se ele deveria doar seu dinheiro quando morrer.

Em ambos os casos, esses bilionários não estão pensando “eu preciso de mais dinheiro? Eu deveria parar de trabalhar?”. Eles estão pensando: “Eu fiz o impacto mais positivo no mundo que poderia ter feito?”.

E em ambos os casos, Elon e Warren se preocupam muito mais em construir algo fantástico do que em sacar seu dinheiro e viajar pelo mundo. Eles preferem trabalho ao relaxamento. O que, coincidentemente, é a maneira mais rápida de ficar rico: não focar no quanto está se ganhando dinheiro. Foque no impacto que está fazendo e no valor que você está criando para outras pessoas. Como já dizia Zig Ziglar, “você pode ter tudo o que quiser na vida, se você ajudar os outros a ganharem o que querem”.