Situações de pressão

Michael Phelps já sente dores, mas tem um segredo para vencer

Como Phelps conseguiu bater um recorde de mais de 2 mil anos de existência

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A dominação de Michael Phelps na piscina não é apenas um atributo físico, de acordo com seu treinador, Bob Bowman. “Ele tem essa confiança e a habilidade de fazer o trabalho esteja preparado ou não”, disse em entrevista ao Whashington Post em 2012

Com 22 ouros olímpicos, o nadador bateu um recorde que tinha nada menos que 2168 anos de existência e datava da era antiga do evento esportivo. Logo depois de conquistar essa honra, na noite desta quinta-feira, ele revelou que sente “dores” em uma coletiva de imprensa. “Não tenho mais 18 anos, mas gosto de treinar como se tivesse”, completou.

Isso é resultado de muito treino e foco, claro, além de “confiança”. Mas Phelps tem também um segredo que pode ser aplicado em situações diversas de pressão por qualquer um: o que ele mesmo chama no vídeo de “preparação mental”.

PUBLICIDADE

Antes das provas, ele se prepara mentalmente tanto para as perspectivas positivas como para as negativas. “Ele passa pelos cenários que dizem ‘e se as coisas não forem bem?’”. É como se fosse uma “base de dados” que permite que ele aja da melhor maneira possível em qualquer circunstância durante a prova – é só usar a “programação” que melhor se encaixa para o momento.