Mercado de trabalho permanece aquecido: vagas aumentaram 6%

Engenheiros são primeiros colocados, com destaque para Engenharia Mecânica, Elétrica e Eletrônica, de Produção e Civil

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Pesquisa da Ricardo Xavier Recursos Humanos denunciou que o mercado de trabalho permanece aquecido. Nos últimos meses de junho, julho e agosto, o número de empregos criados cresceu 6% na comparação com o mesmo período do ano passado. No total, foram criadas 9.176 vagas em todo o Brasil, contra as 8.652 registradas no mesmo período de 2007.

As dez áreas que mais abriram vagas em agosto, mês em que o total de postos de trabalho abertos somou 2.986, foram:

  • Engenharia: 15%;
  • Comercial/ vendas: 14%;
  • Aprenda a investir na bolsa

  • Tecnologia da Informação: 7%;
  • Indústria: 6%;
  • Recursos Humanos: 6%;
  • Financeiro: 6%;
  • Área contábil: 5%;
  • Administração: 5%;
  • PUBLICIDADE

  • Outras: 36%.

Engenharia em destaque

Os engenheiros são os primeiros colocados na lista de profissionais mais procurados. As 2.986 vagas abertas no período requeriam 4.023 opções de profissionais (uma única vaga pode aceitar profissionais de formações diferentes). Dessas, nada menos que 1.291 (32,09%) requeriam engenheiros das mais diversas áreas, desde Engenharia Química até Engenharia de Minas ou Ambiental. No entanto, as formações que mais se destacaram foram Engenharia Mecânica (6,09%), Engenharia Elétrica e Eletrônica (3,35%), de Produção (2,93%) e Civil (2,73%).

Os profissionais formados em Administração de Empresas também foram muito solicitados, com 642 vagas (15,96%). Em seguida, ficaram os formados em Ciências Contábeis, com 11,06%, e os economistas, com 8,12%.