Brasil

Mercado de trabalho deve abrir 159 mil vagas temporárias para festas de final de ano

A maioria das vagas (70%) deve ser preenchida no comércio, principalmente em lojas de rua, shoppings e supermercados

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Devido as festa de final de ano, o mercado de trabalho abrirá 159 mil postos temporários em todo o País. É o que revela uma pesquisa realizada pelo Sindeprestem (Sindicato das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo), em conjunto com a Fenaserhtt e Asserttem – entidades representativas do setor nacionalmente.

Na comparação com o ano passado, a expectativa representa uma alta de 1,3%. Após o período de festas, 19 mil trabalhadores têm chance de serem efetivados.

A maioria das vagas (70%) deve ser preenchida no comércio, principalmente em lojas de rua, shoppings e supermercados e 30% pela indústria de bens de consumo – alimentos, bebidas, brinquedos, eletrônicos, vestuário e papel. 

PUBLICIDADE

O trabalho temporário será também o passaporte de entrada no mercado para 32 mil jovens à procura do primeiro emprego. “É uma oportunidade para quem está começando a ganhar renda extra e adquirir experiência profissional. O período é registrado em carteira e todos os benefícios são garantidos por lei”, afirma o presidente do Sindeprestem e da Fenaserhtt, Vander Morales.

Remuneração
Os dados indicaram ainda que a média salarial oferecida aos trabalhadores temporários será maior do que no ano passado. No comércio, o salário deve ficar em torno de R$ 975, alta de 11,8%, mais benefício de vale-transporte e vale-refeição, mais recompensas por desempenho. A indústria pretende remunerar os contratados com salários 6,1% mais altos do que em 2012. Em média, R$ 1.225 e benefícios como vale-refeição e vale-transporte.