Mensagem no corpo do e-mail pode influenciar pré-seleção, dizem especialistas

Assim como um currículo mal feito pode fechar portas, mensagem no corpo de e-mail também pode causar boa ou má impressão

SÃO PAULO – Ao se candidatar para uma vaga de trabalho, não basta cuidar apenas do currículo. A mensagem no corpo do e-mail também merece atenção. Isso porque, segundo alertam especialistas, ela tem servido como critério de pré-seleção.

Assim como um currículo mal feito pode fechar portas em vez de abri-las, a mensagem no corpo de e-mail também pode causar uma boa ou má impressão no recrutador. Quando o currículo chega sem nenhuma mensagem, por exemplo, dá a impressão de estar mal direcionado ou mesmo que a pessoa está enviando para todos os lugares, sem foco.

“Nem sempre dá para abrir todos os currículos. Então vou selecionando pelo corpo do e-mail e não pelo anexo. Se não achar legal, aí volto fazendo a triagem em todos”, explica o publicitário da agência Fórmula P, Bruno Figueiredo.

PUBLICIDADE

Problemas
A exemplo do que ocorre com os currículos, erros gramaticais na mensagem do corpo do e-mail também são inadmissíveis, conforme observa a coordenadora da Fundação CDL, Bânia Poli.

Para ela, é importante evitar informalidades e respeitar as palavras que exijam caixa alta, com letras maiúsculas, e assim por diante, pois o contrário – escrever tudo em maiúsculas ou em minúsculas – pode dar a impressão de desleixo ou de que a pessoa não entende de informática.

“A apresentação do candidato vai desde a elaboração do currículo até o envio. Depois de anexar o documento, seja claro ao descrever no assunto da mensagem algo do tipo: apresentação de currículo. No corpo do e-mail faça uma breve apresentação, de no máximo uma ou duas linhas, começando com bom dia ou boa tarde e, em seguida, descrevendo que gostaria de concorrer à vaga disponível”, finaliza Bânia.