AO VIVO Radar InfoMoney fala sobre a fusão entre Localiza e Unidas e a disparada das ações do IRB - será que o jogo virou para a empresa na Bolsa?

Radar InfoMoney fala sobre a fusão entre Localiza e Unidas e a disparada das ações do IRB - será que o jogo virou para a empresa na Bolsa?

Melhor momento de procurar emprego é quando se está empregado

Especialista responde a uma das maiores dúvidas dos profissionais: quando é a hora de buscar novos desafios

SÃO PAULO – Quando estamos bem no emprego, é normal não pensarmos muito em buscar uma outra colocação. Se crescemos na empresa, ou se temos desafios e objetivos a perseguir, permanecemos motivados, e realmente esta não é a hora de irmos atrás de novas oportunidades.

Mas isso não acontece sempre! Na maioria dos casos, as pessoas não ficam motivadas o tempo inteiro e, não raro, sentem necessidade de buscar algo melhor para si. Em alguns momentos, principalmente depois de muito tempo na mesma empresa, o profissional deseja novos desafios. Em outros, ele pode simplesmente se sentir desmotivado por conta de fatores isolados, como salário baixo ou problemas de relacionamento.

Se este for seu caso, não se precipite e peça as contas. “O melhor momento para buscar um novo emprego é ainda empregado”, garante o presidente do site de recolocação profissional Curriculum.com.br, Marcelo Abrileri.

PUBLICIDADE

Segundo ele, nesta situação, a empregabilidade do candidato aumenta, ele está com uma boa auto-estima e, por tudo isso, é mais valorizado. “Em alguns casos, a pessoa tem até a chance de escolher entre mais de uma oportunidade de emprego”. Por essas e outras, a demissão deve ser planejada.

Demissão versus recolocação

Antes de se demitir, o profissional pode considerar a recolocação em outra área da empresa.

Como há muitas oportunidades de trabalho e pouca mão-de-obra qualificada no mercado de trabalho atual, quem é um bom colaborador e se dedica sempre para alcançar os melhores resultados com certeza tem mais chances de ser recolocado.

“Mas cuidado ao solicitar novos desafios dentro da própria empresa em que trabalha, pois, nestes casos, esta busca por uma recolocação pode deixar transparecer a sua insatisfação com o seu emprego atual”, alerta Abrileri.

Para o profissional tomar a decisão certa, ele deve primeiro fazer uma reflexão do que quer para sua carreira. Depois disso, analisar todos os prós e contras que esta mudança pode acarretar e, só então, movimentar-se nesta direção. “Não adianta mudar de emprego só por mudar. Devemos ter objetivos centrados”, finaliza o executivo.